Acompanhamento nutricional: Como a empresa pode auxiliar na alimentação de seus funcionários?

Por 2 de abril de 2018Qualidade de vida no trabalho
Acompanhamento nutricional

Uma das principais causas de muitas doenças é a má alimentação. Além de contribuir para que a saúde dos funcionários não esteja em dia, a nutrição de qualidade ruim pode afetar de negativamente o rendimento dos trabalhadores. Essa é uma questão que tem gerado muita preocupação para os gestores, embora possa ser solucionada facilmente.

As doenças como hipertensão, aumento nos níveis de colesterol e excesso de peso podem surgir e comprometer a qualidade de vida das pessoas. Muitas vezes, devido à falta de uma alimentação balanceada.

Preparamos este post com informações necessárias para que você saiba como a empresa pode auxiliar na mudança dos hábitos alimentares dos funcionários. E tirar muitas vantagens disso! Acompanhe!

Do que se trata a proposta de reeducação alimentar?

Quando falamos em reeducação alimentar, não nos referimos apenas a uma consulta com um nutricionista, de modo que o profissional passe uma dieta específica para cada pessoa. Ela diz respeito a um processo bem mais completo e transformador, que modifica não só a dieta diária do trabalhador, como também a relação dele com os alimentos.

Quem se reeduca tem outra visão sobre a comida e dificilmente a utiliza para preencher espaços e necessidades emocionais, por exemplo.

Um dos pontos principais da proposta de reeducação alimentar é a ideia de que é possível comer de tudo, mas evitando os exageros. Ou seja, de forma equilibrada. O que faz parte da cultura de um indivíduo não precisa, necessariamente, ser eliminado. A proposta é mudar os hábitos e as quantidades dos alimentos ingeridos.

A reeducação não significa entrar em uma dieta restritiva, cortando todos os alimentos que uma pessoa gosta de comer. Ao elaborar o plano estratégico, sempre é levado em conta o estilo de vida do paciente, suas preferências e também suas doenças preexistentes.

Qual é a relação entre a má alimentação e o baixo rendimento?

Alguns alimentos têm funções determinadas em nosso organismo, ativando os estados de alerta, sua concentração e também sua disposição. A alimentação correta pode fornecer aos colaboradores mais energia em suas atividades e, consequentemente, alterar para melhor os níveis de produtividade e otimizar o trabalho.

Quando os níveis de energia de uma pessoa são alterados, é possível prevenir diversas doenças. Determinados alimentos promovem a melhora dos níveis de glicemia e do perfil lipídico, que não só beneficiam a disposição como promovem o emagrecimento. Uma dieta pobre em ferro, por sua vez, afeta a capacidade de atenção de um indivíduo.

Outro ponto interessante: o consumo excessivo de açúcar, por exemplo, pode aumentar diretamente os níveis de estresse. Quando o colaborador substitui esse consumo por alimentos ricos em vitamina B5 e altos níveis de cortisol (ovos, abacate, nozes), o estresse pode ser reduzido. As reações mentais são reforçadas.

Que soluções podem ser adotadas por uma empresa?

A empresa pode propor reuniões semanais para levar aos colaboradores noções a respeito de uma alimentação saudável e os benefícios que ela pode trazer para eles. A organização pode promover palestras internas, com espaço para perguntas e respostas, para que as dúvidas possam ser sanadas.

A participação desse colaborador deve ser espontânea, porém incentivada, visando à melhoria em sua qualidade de vida. Junto às orientações a respeito da reeducação alimentar, também pode ser explanada a importância da associação à atividade física com essas mudanças. Vale a pena colocar como meta, também, o tratamento prévio da obesidade e suas consequências.

É interessante fornecer um material impresso para os participantes a cada reunião para, assim, aumentar o estímulo geral.

As intervenções feitas pela empresa podem auxiliar o colaborador mediante um diagnóstico nutricional e uma análise de recordatórios alimentares. Ou seja, uma coleta de dados sobre a alimentação diária de cada um deles. Uma ferramenta essencial no acompanhamento de um nutricionista — e que melhora rapidamente os resultados.

Como funciona um acompanhamento nutricional especializado?

Os atendimentos são personalizados, concentrando-se na necessidade de cada colaborador. Junto ao paciente, o nutricionista traça um plano estratégico, em que são definidas metas e objetivos em conjunto. Dessa forma, o atendimento individual rende muito mais e promove resultados de maior qualidade.

O objetivo final costuma ser a reeducação alimentar, que beneficia o bem-estar individual e coletivo da empresa, promovendo um aumento da produtividade. Reduz, também, o número de absenteísmo, devido a ocasionais doenças causadas pela má alimentação.

Qual é a importância de um programa de acompanhamento nutricional?

Feito por meio de uma consultoria, ele fornece diversos benefícios aos trabalhadores e à empresa como um todo. Seguindo as orientações de um profissional em nutrição, os funcionários podem aprender a compor melhor suas refeições.

Como não basta somente inserir frutas e verduras em sua dieta para que a sua alimentação seja saudável, os colaboradores terão mais conhecimentos para fazer boas escolhas.

Mesmo as pessoas que consomem bastante aqueles alimentos podem deixar passar alguns nutrientes. O nutricionista indicará quais as melhores combinações, sem que suas finalidades no organismo sejam perdidas.

Dessa forma, com a alimentação balanceada, as pessoas conquistam mais bem-estar em seu dia a dia, evitando as doenças e desgastes. Em muitos casos, os níveis de estresse e ansiedade de um paciente podem ser revertidos cuidando bem de sua nutrição. Isso porque, com a indicação correta dos alimentos, a ingestão de toxinas que podem piorar esse quadro emocional é evitada.

A vida agitada dos trabalhadores pode desencadear a “despreocupação” com a alimentação, especialmente para quem trabalha em período integral. Os horários apertados transformam refeições em lanches e, dessa forma, nem sempre os nutrientes necessários do dia são ingeridos.

A preocupação só vem quando uma doença aparece no organismo. Mas o acompanhamento nutricional promovido pela empresa pode auxiliar na prevenção de enfermidades e indisposições, assegurando uma rotina alimentar saudável, energética e que favorece a qualidade do trabalho.

Adotar melhores hábitos é fundamental, não somente no ambiente corporativo, mas para toda a vida. Promova o bem-estar corporativo com o auxílio de serviços especializados e invista no acompanhamento nutricional dentro da sua empresa.

Achou o conteúdo deste artigo interessante? Então, aproveite e assine a nossa newsletter para receber diretamente em seu e-mail novas atualizações e conteúdos relevantes como este!

Gostou do artigo? Leia também:

Comentários

Comentários