Conheça os principais benefícios corporativos para oferecer aos funcionários

Por 1 de junho de 2018Qualidade de vida no trabalho
Benefícios corporativos

Gerenciar bem o capital humano é um grande diferencial. Além de atrair e contratar bons talentos, é preciso mantê-los motivados, seguros e felizes no trabalho. Para tanto, os benefícios corporativos podem ser uma ótima ajuda.

De maneira geral, os benefícios corporativos são induzimentos que complementam o salário, agregando segurança e bem-estar ao trabalho. Como exemplo, se pode citar o plano de saúde, o vale-cultura, as bolsas de estudo e assim por diante.

É possível dividi-los em benefícios obrigatórios (FGTS, férias, 13º salário e vale-transporte) e não obrigatórios, assim como financeiros e não financeiros.

Essa diversidade permite que o profissional de RH tenha muitas opções na hora de criar o pacote de benefícios. Quer conhecer os principais benefícios corporativos para oferecer e motivar seus funcionários? Boa leitura!

1. Plano de saúde

Também chamado de assistência médica, o plano de saúde é o benefício mais popular. Em algumas classes trabalhistas, é, também, obrigatório. Segundo a Aon, em pesquisa veiculada na Exame, 99,8% das empresas contam com esse benefício.

O grande diferencial do plano de saúde é a sensação de segurança transmitida aos profissionais, uma necessidade básica em qualquer indivíduo. Por esse motivo, continua sendo popular, demandado pelos sindicatos e pelos próprios profissionais.

No entanto, por conta do custo elevado, cerca de 70% das empresas já redesenham o benefício saúde. Sabe-se que ele custa entre 5% e 10% da folha, então é preciso planejá-lo com atenção. Assim, também se poderá manter a saúde financeira do negócio.

2. Vale-cultura

O dia a dia no trabalho é corrido e cansativo. São muitas as metas, pressões e indicadores que devem ser alcançados, o que gera estresse e cansaço nos profissionais. Para mitigar esses efeitos, uma ótima opção dentre os benefícios corporativos é o vale-cultura.

Esse vale é um auxílio financeiro dado aos profissionais para que participem de eventos culturais, tenham momentos de lazer e descontração. O dinheiro pode ser gasto para ir a museu, cinema ou espetáculos ou comprar livros, CDs e DVDs.

3. No dress code

A verdade é que os locais de trabalho estão cada vez mais descontraídos, uma estratégia para instigar a criatividade e a inovação dos profissionais. Nesse sentido, um grande benefício corporativo — e sem custo — é o no dress code.

Em tradução livre, o termo significa “sem código de vestimenta”. Isso quer dizer que o profissional não é obrigado a usar o uniforme da empresa e que tem mais liberdade para se vestir para o expediente de trabalho.

Bastante usado em startups, é um benefício descontraído, inovador e que não gera custos adicionais à companhia. Ele permite a atração de talentos que querem fazer parte de um negócio com menos regras, mais valores e um grande propósito.

4. Assistência odontológica

Com efeitos similares ao plano de saúde, agregando bem-estar e segurança aos profissionais, a assistência odontológica também é muito usada. Ao entrevistar 536 empresas, a Aon descobriu que 92,4% delas oferecem esse benefício.

É possível compartilhar os custos do tratamento odontológico, o plano geralmente cobrindo 50% ou mais dos custos do serviço de tratamento — como restauração, clareamento, extração ou tratamento de canal.

5. Bolsa de estudo

Sem dúvida, esse benefício agrega valor para o empregador e o empregado. A bolsa de estudo permite que os profissionais participem de cursos, feiras ou eventos com bolsa integral ou parcial, parte dos custos sendo pagos pela própria organização.

As bolsas podem ser destinadas a cursos de pós-graduação, graduação, técnicos e diversos outros, como no estudo de uma segunda língua. Isso permite que os talentos desenvolvam continuamente suas competências técnicas e comportamentais.

É inegável que a empresa também é beneficiada. Ela passa a ter profissionais mais competentes, capazes de realizar suas tarefas diárias com maestria e atender com qualidade aos clientes finais. Logo, pode atingir objetivos genéricos e desafiadores.

6. Vale-alimentação

Dos benefícios corporativos, uma ótima opção é o vale-alimentação. Ele permite que os profissionais tenham um orçamento dado pela empresa para que comprem produtos e alimentos em determinada rede de supermercados, açougues e mercearias, por exemplo.

Além agregar uma maior renda aos profissionais, permite que eles adotem uma alimentação mais saudável. Para a empresa, tem como vantagem a isenção de encargos sociais, como o FGTS e o INSS, sobre os valores concedidos.

7. Flexibilidade de horário

A própria flexibilidade de horário é um benefício, permitindo que os profissionais aproveitem melhor seu tempo e solucionem demandas pessoais. Esse benefício gera equilíbrio entre a vida pessoal e a profissional, aumentando a motivação dos talentos.

O mais interessante é que não oferece nenhum custo adicional à empresa, somente um planejamento adequado. Estabelecer um banco de horas, de que os profissionais possam extrair seu tempo extra de trabalho, é um excelente início.

A falta de flexibilidade de horários pode ocasionar desequilíbrio entre a vida pessoal e a profissional dos talentos. Como consequência, há insatisfação e aumento da turnover — ocasionando custos maiores à organização.

8. Home office

Aproveitando o “gancho” da flexibilidade de horários, é preciso falar no home office. Devido ao crescimento do mundo digital, quase tudo pode ser feito pela internet, por isso, o trabalho em home office tem se popularizado. Na mesma pesquisa da Aon, 17,5% das empresas já oferecem esse benefício, que, hoje, é considerado um dos mais atraentes.

São muitas as empresas que já permitem que seus talentos trabalhem de casa. Gigantes como a HP e a 3M são ótimos exemplos. Há, também, benefícios para a empresa, como a economia de energia e a redução de vale-transporte.

9. Parceria com prestadoras de serviço

Para finalizar, é possível destacar a parceria com empresas prestadoras de serviço. Desse modo, os talentos podem ter acesso a serviços com valores mais acessíveis ou totalmente custeados pela empresa, o que gera bem-estar e motivação.

Um ótimo exemplo é o programa de ginástica laboral, que pode ser desenvolvido dentro da empresa. Nele, são feitas intervenções ao longo do expediente de 10 a 15 minutos, em que os profissionais aprendem técnicas de alongamento, respiração, controle e percepção corporal.

Os benefícios são os mais diversos, sendo a qualidade de vida e o aumento da produtividade alguns dos principais. Comprovadamente, empresas que investem no bem-estar dos seus profissionais são, em média, 70% mais rentáveis e 86% mais produtivas.

Como pode observar, são diversos os benefícios corporativos. Para escolher o pacote ideal de benefícios, é preciso refletir sobre o perfil da equipe de trabalho, o orçamento disponível na empresa e a própria cultura organizacional. Então, você fará ótimas escolhas!

Este artigo foi escrito pela Convenia que é uma HR Tech, especializada em tecnologia para RH e departamento pessoal. Com soluções completas para sua empresa:

Com o software de gestão, rhConvenia, você automatiza todos os processos do departamento pessoal, elimina os riscos financeiros, processa folha de pagamento, aumenta a eficiência do time e tem mais tempo livre para trabalhar de forma estratégica.  Por meio do Clube Convenia, você oferece uma rede de benefícios com 10 categorias de busca e mais de 200 marcas espalhadas por todo o Brasil para seus clientes, colaboradores ou associados.  A corretora de seguros é integrada ao rhConvenia e você tem acesso as principais seguradoras, operadoras e fornecedores de mercado, para cotação e faz toda a gestão de benefícios pela plataforma, de maneira automatizada.

Gostou do artigo? Leia também:

Comentários

Comentários