Como o diagnóstico da saúde dos colaboradores ajuda no crescimento da empresa?

Por 23 de maio de 2018Saúde ocupacional
diagnóstico da saúde dos colaboradores

Realizar o diagnóstico da saúde dos colaboradores da empresa pode ajudar no crescimento de seus negócios. Isso porque, graças aos dados obtidos, é possível direcionar planos e programas para o bem-estar das pessoas. Podemos dizer que, de certa forma, todo o benefício gerado para a companhia é criado antes para o colaborador.

Além do mais, para que a organização amplie suas operações de forma sustentável, ela precisa de um quadro de colaboradores saudável, motivado e produtivo, pois são eles que darão suporte para a expansão das operações.

Quer saber qual a importância do diagnóstico da saúde dos funcionários e como ele ajuda a empresa a crescer? Continue lendo e confira o post que preparamos!

Qual a importância do diagnóstico da saúde dos colaboradores para a empresa?

Para responder a essa pergunta, entrevistamos Rafael Rosemberg, especialista na área de qualidade de vida da TRR, uma corretora parceira da BeeCorp no desenvolvimento de ações que promovam saúde e qualidade de vidas nas empresas. Segundo ele, “com esse diagnóstico da saúde dos colaboradores a organização consegue enxergar exatamente os pontos fortes e fracos na saúde dos seus colaboradores”.

Ele explica que o levantamento de informações “pode direcionar bons planos de ações em relação à saúde, proporcionando um desenho mais preciso de ações e programas voltados para a qualidade de vida e bem-estar”. Graças a isso, vários índices corporativos podem ser melhorados.

Rafael enfatiza que quanto mais saudável a empresa for, menos gastos com saúde ela terá. “Hoje, um dos principais gastos na empresa é com o plano de saúde, perdendo apenas para a folha salarial”, destaca ele.

Ele argumenta que à medida que a companhia se torna mais “saudável”, menos seus colaboradores utilizarão seus planos de saúde, de modo que menor será o reajuste desses serviços. Além disso, ele destaca que há outros fatores positivos, como o aumento da produtividade.

Geralmente, pessoas saudáveis são mais produtivas e eficientes. Elas também faltam menos devido a problemas de saúde físicos e emocionais, causados por estresse e maus hábitos no ambiente profissional.

Os resultados da empresa estão atrelados ao desempenho dos colaboradores, de modo que é essencial buscar prevenir o estresse e outros problemas que os afetam para que eles tenham boa performance.

Como o diagnóstico da saúde dos colaboradores pode ser feito?

Esse processo pode ser feito de diversas formas, como presencialmente ou usando uma ferramenta online. Para realizar o diagnóstico, você pode empregar um questionário no intuito de entender o perfil de cada funcionário.

Esse instrumento deverá ser constituído visando a coleta de dados relacionados a rotina de trabalho, o estado geral de saúde, os hábitos de vida e alimentares, dentre outros. “Assim, consegue-se ter um raio-x da vida do colaborador, no âmbito profissional e pessoal”, aponta Rafael.

Em ações de saúde e bem-estar, a equipe responsável pode tirar medidas, executar uma lista de exames como de glicemia e de pressão, calcular o IMC, entre outras ações.

Graças ao levantamento dessas questões é possível mapear o perfil dos funcionários e o cenário da empresa.

O especialista em qualidade de vida ainda explica que para realizar o diagnóstico é preciso ter uma ferramenta que consiga fazer essa comunicação entre as pessoas ou reservar tempo para se deslocar para conversar com elas.

“Se será presencial ou online depende muito do perfil da empresa”, menciona ele. “Não existe uma abordagem melhor ou pior, são meios diferentes e que devem se encaixar ao perfil da empresa”.

Ele também explica que “o diagnóstico presencial ajuda a conhecer melhor psicologicamente o colaborador, enquanto o diagnóstico online contribui para a otimização do tempo e dos recursos”. E completa: “é um jeito mais barato e rápido de se fazer esse trabalho”. Além disso, você pode aplicar as dicas abaixo para realizar o diagnóstico:

Aferir os indicadores base de saúde

Você precisa levantar indicadores base de saúde para conseguir dados para desenvolver as estratégias de promoção do bem-estar. A BeeCorp, por exemplo, conta com o Circuito Saúde. Nessa ação são mensurados vários indicadores de saúde dos trabalhadores, como:

  • glicemia;
  • percentual de gordura corporal;
  • pressão arterial;
  • altura;
  • peso;
  • Índice de Massa Corporal (IMC).

Fazer um levantamento sobre os hábitos de vida dos colaboradores

É preciso analisar os hábitos de vida dos colaboradores para checar o que pode ser mudado para melhor. Para tanto, você pode avaliá-los observando os seguintes pontos:

  • a alimentação;
  • a prática de atividades físicas;
  • se há vícios em drogas e/ou álcool;
  • se têm enfermidades, entre outros pontos.

A BeeCorp aplica um questionário especial, o Perfil Saúde, para aferição dos hábitos de vida do funcionário. Em conjunto com o Circuito Saúde, eles oferecem à empresa um diagnóstico da saúde de seus colaboradores completo e dinâmico.

Em relação à forma de aplicação de um questionário, Rafael indica que é necessário cuidado. “É preciso enfatizar que esse levantamento deve ser feito sem ser invasivo, mostrando que isso é para o benefício dos próprios funcionários no ambiente de trabalho”, avisa Rafael.

“Esse é um detalhe importante e o principal ponto disso é a comunicação com as pessoas”, aponta ele. “Os colaboradores precisam entender que o objetivo final desse trabalho é melhorar a saúde e qualidade de vida deles”.

O especialista ainda comenta que a ideia do diagnóstico é entender tanto a parte positiva quanto a negativa da saúde dos funcionários. Isso para se ter mais informações e, a partir disso, tomar medidas específicas e mais acertadas.

“Para isso, a empresa precisa ter um bom plano de marketing”, destaca o especialista. “Hoje, existem várias ferramentas como e-mail, formulários, banners etc. que mostram a importância desse trabalho”.

Rafael também explica que o “ideal é colocar a questão da saúde dos colaboradores como um aspecto cultural da empresa, para que não fique parecendo uma medida para demitir ou contratar pessoas”.

Buscar uma parceira especializada na área

É importante buscar o apoio de uma parceira especializada na realização de diagnósticos e na aplicação de programas de saúde e bem-estar na empresa. Dessa forma, haverá maiores chances de escolher as estratégias mais acertadas e alinhadas às necessidades dos colaboradores do seu negócio, o que também pode ser feito em menos tempo, já que poderá se contar com a expertise da parceira.

Quais são os benefícios que o diagnóstico da saúde dos colaboradores proporciona?

Ajudar cada colaborador a ter uma saúde melhor

Com as informações levantadas no diagnóstico será possível promover ações de saúde e bem-estar que possibilitem aos colaboradores terem mais disposição e clareza mental não só para a realização das tarefas, mas em suas atividades fora da empresa. Dessa forma, pode-se contribuir para o estabelecimento de bons hábitos no ambiente profissional e também no aspecto pessoal.

Maior comprometimento com a organização

Os colaboradores ficarão mais comprometidos com o crescimento da empresa, uma vez que recebem dela cuidados com o bem-estar deles. Ocorre uma espécie de contrapartida. Além disso, dificilmente um trabalhador vai deixar um local onde ele se sente bem e tem acesso a ações que o ajudam em sua qualidade de vida. Muito pelo contrário. Ele poderá se comprometer ainda mais, ajudando a empresa a ser mais produtiva e a se destacar no mercado.

Maior bem-estar e produtividade dos colaboradores

Profissionais mais comprometidos e saudáveis são mais produtivos, especialmente quando praticam exercícios e participam de ações de bem-estar. “Por exemplo, quando a pessoa pratica esportes, seus níveis de endorfina aumentam, deixando-a mais feliz e produtiva”, explica Rafael. “Além disso, se uma pessoa produz mais na empresa, ela terá um resultado que pode lhe gerar promoções e recompensas no trabalho”.

Redução de custos com saúde

Outro benefício é a redução do gasto com a saúde do trabalhador, em especial, com os planos de saúde. “Hoje, quanto mais se usa o plano de saúde, maior é o reajuste no ano seguinte, portanto, mais custo tem a empresa”, explica Rafael. Contudo, se os colaboradores estão mais saudáveis, menos eles usarão os serviços de planos, reduzindo seus custos.

Como visto, o diagnóstico da saúde dos colaboradores da empresa é extremamente benéfico, pois permite que ela desenvolva ações mais acertadas de promoção do bem-estar e da qualidade de vida dos funcionários. No entanto, é preciso enfatizar que se deve ter muito cuidado com a abordagem porque o funcionário deve estar de acordo com qualquer programa e nada pode ser colocado de forma obrigatória.

Gostou do artigo? Leia também:

Comentários

Comentários