Saúde e bem-estar: como ter um intestino funcional e saudável?

Por 21 de dezembro de 2017Saúde ocupacional
Saúde e bem-estar

Você já ouviu falar que todas as pessoas tiveram, têm ou terão dor nas costas? É a famosa lombalgia. Idem para intestino preso, a famosa constipação. É um distúrbio digestivo dos mais comuns e pode interferir na sua saúde e bem-estar.

Apesar de nem sempre ser grave, se crônico pode favorecer o surgimento de desconfortáveis hemorroidas, inflamações e até aumentar a chance de desenvolver um câncer de intestino.

Conhecendo o distúrbio digestivo

Estima-se que 35 milhões de brasileiros sofram de intestino preguiçoso. As mulheres são as maiores vítimas. Por isso algumas são tão enfezadas. O resultado é muita dor e desconforto que evoluem para acúmulo de gases, barriga estufada, pele opaca, mal-estar, ansiedade, cefaleia, cansaço crônico, queda na libido, mau humor e depressão.

Ir ao banheiro menos de três vezes na semana, já pode ser um indicativo. Confira as principais causas:

Medicamentos

Efeito colateral de alguns medicamentos como antidepressivos, remédios para dor, anticonvulsivantes, antiácidos e medicamentos para pressão alta.

Alimentação

Dieta pobre em fibras. Fibra é vida. Reduzem o colesterol, ajudam a controlar os níveis de açúcar e melhoram o funcionamento do intestino. As fibras são divididas em dois grupos principais: as solúveis e as insolúveis.

  • As solúveis diminuem o colesterol, pois retardam o esvaziamento gástrico, aumentam o tempo de trânsito intestinal, além de diminuírem a absorção de glicose. As fibras solúveis ajudam a formar o bolo fecal nas diarreias. Frutas, leguminosas (feijão, lentilha, grão-de- bico, ervilha, soja), aveia, cevada, ameixa, abacate são riquíssimos em fibras deste grupo. O consumo diário recomendado é de 6 g.
  • As insolúveis não atuam sobre o colesterol e sim sobre a saciedade. Suas principais fontes são farelo de trigo, grãos integrais, hortaliças. O consumo diário recomendado é de 20 a 30 g.

Consumo de água

Pouca ingestão de água. A principal função do intestino é reabsorver a água, e se você estiver desidratado, ele irá tentar reabsorver mais água, consequentemente, você ficará mais constipado. Lembre-se, o verão está
chegando, aumentando nossa necessidade de água.

Doenças

Algumas doenças como diabetes, síndrome do intestino irritável, doença de Parkinson, esclerose múltipla, hipotireoidismo, entre outras podem causar constipação. Se você tem uma dessas condições, informe com seu médico sobre como elaborar um tratamento adequado para você.

Mudanças na rotina

Algumas mudanças na rotina, como férias, podem alterar a alimentação e provocar constipação.

Se além da constipação frequente ocorrer perda de peso inexplicada, sangramento ou se tiver história familiar de câncer de cólon, consulte seu médico.

A escola médica de Salermo, na Itália, surgida em 1240 (e destruída por Napoleão), recomendava no Regimen Sanitatis Salernitatum levantar cedo, evitar o excesso de comida, não se preocupar muito e evacuar logo que necessário. Adote uma meta importante na sua vida, evacue pelo menos uma vez ao dia.

O dia 29 de maio é o Dia Mundial da Saúde Digestiva. Mas em todos os dias beba água, pratique exercícios, siga uma dieta equilibrada (não se esqueça das fibras), coma devagar e cultive os horários das refeições.

Artigo escrito por Eduardo Arantes, Diretor Técnico da BeeCorp.

Gostou do artigo? Leia também:

Comentários

Comentários