Atividade física e exercício físico: entenda a diferença entre eles

Categoria: Qualidade de Vida

É bem provável que você conheça vários benefícios da atividade física, assim como diferentes tipos de exercícios físicos que podem ser realizados, mesmo que não seja um praticante. No entanto, você sabe qual a diferença entre atividade física e exercício físico?

As duas iniciativas são indispensáveis para nossa saúde, uma vez que é necessário movimentar-se para o bom funcionamento dos órgãos e para a melhora das funções cognitivas e mentais. Dessa forma, é certo que o sedentarismo não deveria fazer parte do modo de vida de qualquer pessoa.

Continue a leitura e entenda a diferença entre atividade física e exercício físico.

O que é o sedentarismo?

O modo de vida urbanizado e as facilidades de conforto reduziram progressivamente a demanda por deslocamentos a pé e esforços físicos constantes. Ao mesmo tempo, instituiu formas de trabalho em que as tarefas são, em grande parte, desenvolvidas com a pessoa sentada por quase toda a duração da jornada.

Essas mudanças fizeram com que o corpo fosse se acostumando cada vez mais com o menor esforço, introduzindo um hábito que vem tomando conta de muita gente. É preciso iniciativa para não ceder e cair nas teias do sedentarismo. Mas o que é o sedentarismo?

O sedentarismo se caracteriza essencialmente pela tendência inercial de evitar iniciativas como movimentar o corpo, fazer força, deslocar-se caminhando ou realizar algum trabalho que requeira esforço físico. Assim, é sedentário quem reduz, elimina ou evita práticas como uma atividade física ou um exercício físico.

Qualquer que seja a razão para um comportamento dessa natureza, os custos podem ser altos para a saúde da pessoa. No caso das empresas, colaboradores sedentários mais facilmente padecem de distúrbios que limitam seu desempenho no trabalho.

O que são atividades físicas e exercícios físicos?

Muito se fala sobre a importância de fazer exercícios físicos e a necessidade de adotar atividades físicas, justamente porque oferecem uma resposta diferenciada. Assim, no sentido contrário do sedentarismo, seguem as atividades físicas e os exercícios físicos. Porém, o que realmente significam esses conceitos? Acompanhe.

Atividade física

Qualquer movimentação que você faça, como andar até o ponto do ônibus, varrer a casa ou subir um ou mais lances de escada constitui uma atividade física. Trata-se, portanto, de se movimentar ao realizar alguma ação, sob qualquer circunstância ou condição.

Nesse sentido, atividade física e saúde estão bem relacionadas: o movimento é indispensável para a boa saúde porque ativa a circulação, exercita o coração e a musculatura do corpo, além de consumir algumas calorias. Assim, é fácil sair da condição de sedentarismo se você incorporar uma série de atividades físicas ao seu dia.

Exercício físico

O exercício físico constitui uma atividade física sistematizada, repetida, com ritmo e tempo de duração definidos. Quase sempre, é norteado por objetivos específicos, ou seja, é realizado com o intuito de alcançar um determinado resultado ou um condicionamento para o corpo.

Desse modo, fazer caminhadas ativas diárias, seguir um programa de práticas fisioterapêuticas ou praticar um esporte regularmente constituem exercícios físicos. Como é fácil perceber, todo exercício é uma atividade física.

Para fins de efeito sobre a saúde, os exercícios físicos podem ser bem mais efetivos do que as atividades físicas, uma vez que estas não estão orientadas para esse fim. Isso significa que ao varrer uma calçada, por exemplo, o objetivo é limpar a calçada e a atividade poderá se encerrar em 5 ou 10 minutos.

Quais os principais aspectos das diferenças?

De maneira geral, os aspectos relevantes das diferenças entre os exercícios e as atividades físicas podem ser assim elencados.

Atividades físicas

  • Movimentos componentes das rotinas diárias.
  • Duração apenas para a demanda pontual.
  • Não estão relacionados diretamente ao corpo e à saúde.
  • Não necessitam de orientação profissional.
  • Normalmente, não exigem técnica.

Exercícios físicos

  • Movimentos planejados, sistematizados e repetidos.
  • De mais longa duração.
  • Relacionados diretamente ao corpo e à saúde.
  • Ideal que sejam orientados por profissional habilitado.
  • Quase sempre apresentam técnicas próprias para sua execução.

Atividades físicas e exercícios físicos são importantes para a saúde. Ambos, como a maior parte dos movimentos, promovem a circulação sanguínea e estimulam o coração, além de mobilizarem a musculatura do corpo, impedindo o sedentarismo com seus danos.

Entre os benefícios da atividade física relevantes ainda se destacam o aumento da sensação de bem-estar que ela propicia. Do mesmo modo, o controle glicêmico das pessoas com diabetes pode ser alcançado com atividade física.

É certo que os exercícios apresentam um alcance maior, pelo que podem ser destacados, entre outros, os seguintes benefícios:

  • funcionam como adjuvante no controle do peso;
  • são capazes de reduzir os processos depressivos;
  • melhoram a qualidade do sono;
  • preservam a capacidade cognitiva;
  • auxiliam no tratamento e no controle de diferentes distúrbios da saúde.

Dessa forma, você pode considerar que a prática de ambos, incorporada à rotina, seria um grande passo para aquisição e manutenção de saúde física e mental. O mesmo deve ser observado para os colaboradores, por meio da atividade física nas empresas como fomento à qualidade de vida.

Como incentivar os colaboradores para a prática?

A importância da prática de atividade física e exercícios está clara. Mas, considerando que muitos colaboradores na empresa laboram praticamente como sedentários, como incentivá-los à prática?

Nesse sentido, a participação da empresa na promoção de iniciativas dessa natureza fará toda diferença para os colaboradores e para a organização. Para esse fim, considere as seguintes possibilidades, entre outras, que podem ser implementadas:

  • estimule e facilite a prática de alongamentos periódicos ao longo do expediente;
  • implemente a prática da ginástica laboral entre os colaboradores;
  • organize grupos para atividades como caminhadas, corridas e outras;
  • destaque a importância da reeducação alimentar para a saúde;
  • encoraje a utilização de escadas onde for pertinente;
  • facilite a adequação dos horários de trabalho para a prática de exercícios físicos.

Como você pode ver, atividades físicas e exercícios físicos trazem benefícios para a saúde e devem ser estimulados entre os colaboradores da empresa, com resultados vantajosos também para a organização. Leve em conta uma assessoria especializada na implementação de iniciativas dessa natureza em sua empresa.

Considere a BeeCorp sua parceira na implementação de estratégias de incentivo às práticas salutares que promovem qualidade de vida e o bem-estar no ambiente organizacional.

Quer saber como e por que as empresas devem agir em prol da saúde mental dos colaboradores? Confira nosso conteúdo exclusivo.

Assine nossa newsletter

    Autor
    Douglas Araújo

    Coordenador de Projetos BeeCorp | Educador Físico, Enfermeiro e Terapeuta Complementar

    Preparado para transformar pessoas e negócios?
    O investimento em saúde, segurança e qualidade de vida impacta diretamente nos resultados da sua organização.
    Fale com nossos especialistas
    x

    Solicite uma proposta






      Fale com consultor!

      Fale com um consultor

        Cadastrar currículo