Blog da Beecorp

Qualidade de vida no trabalho

O que fazer para criar um bom ambiente de trabalho nas empresas?

Um fator que influencia significativamente o trabalho é, sem sombra de dúvidas, o ambiente no qual ele é realizado. E, por ambiente, podemos considerar tudo o que influencia o empregado.  Criar um bom ambiente de trabalho faz com que as pessoas se sintam bem para cumprir suas obrigações, dando a elas motivação durante todo o expediente e, portanto, aumentando a produtividade.

Sendo assim, se você quer que os empregados não precisem se arrastar para o trabalho, tendo o pagamento como única motivação, siga as dicas abaixo e transforme o sua empresa!

Crie e mantenha uma comunicação aberta e transparente

Uma via de comunicação aberta e transparente atua no desejo que o empregado tem de sentir que a sua palavra tem valor. Isso faz com que ele se sinta, verdadeiramente, uma parte da empresa. Dessa forma, o trabalho que o funcionário exerce passa a ter mais significado, pois ele sabe que suas ações contribuem para a organização da qual faz parte.

Sendo assim, é muito importante que sempre seja discutida a missão, filosofia e valores da empresa em reuniões, conversas e confraternizações. Isso fará com que todos saibam o motivo real pelo qual estão trabalhando e dará significado às suas tarefas.
Além disso, a comunicação aberta deixará o colaborador à vontade para dar opinião e compartilhar suas perspectivas para o objetivo da organização.

Inicie uma rotina de exercícios na empresa

Quando a Google abriu nos anos 90, trouxe uma abordagem única sobre criar um bom ambiente de trabalho. Diferentemente das demais empresas, com empregados em pequenos cubículos e atividades monótonas, ela inovou na forma de garantir a satisfação de seus funcionários. Sua filosofia era que, para conseguir o melhor das pessoas, era preciso oferecer um ambiente propício para elas.

Por isso, a forma que a Google encontrou para melhorar o bem-estar e a produtividade do seu pessoal foi implementando uma rotina de exercícios.

A atividade física, por si só, já é promotora de saúde. Por isso, se estiver inserida em um bom ambiente de trabalho, além de promover bem-estar e autoestima nos funcionários, irá, certamente, aumentar a produtividade.

Utilize as técnicas de Quick Massage

A massagem no ambiente de trabalho traz benefícios tanto para o empregado quanto para o empregador. Para seus funcionários, a técnica é interessante pois pode ser feita no ambiente de trabalho, sem necessidade de se deslocar para uma clínica ou um spa. Além disso, ela tem benefícios como redução do stress, diminuição da ansiedade, alivia tensões e dores musculares, entre outros.

Para o empregador, a prática é muito interessante, afinal, pode aumentar a produtividade da sua equipe, reduzir o número de faltas, criar um bom ambiente de trabalho e, além disso, tem baixo custo.

Contrate uma consultoria nutricional

Para que o organismo funcione corretamente, é necessário que os nutrientes ingeridos sejam de qualidade. Por isso, dar a devida importância à dieta dos seus colaboradores torna-se essencial. Leve regularmente à empresa bons profissionais de nutrição para que orientem a sua equipe com relação à alimentação.

A ingestão dos alimentos corretos diminui a quantidade de doenças, fortalece o corpo, melhora as funções cognitivas e muito mais. Isso para uma empresa é de enorme valor, pois aumenta a motivação e produtividade.

Invista em ergonomia

Ergonomia nada mais é que o estudo da organização das pessoas no ambiente de trabalho. E isso é feito por meio da adaptação dos objetos às necessidades dos empregados.

Por isso, é importante adequar os itens de forma que causem o mínimo de dano aos colaboradores. A lista de produtos é muito extensa e vai desde a cadeira e mouse pad até o ajuste do brilho na tela do computador. Dessa forma, a ergonomia é, sem dúvidas, um fator importantíssimo para criar um bom ambiente de trabalho.

Reconheça o trabalho de excelência

Recompensas são necessárias para encorajar pessoas e as manter motivadas a desenvolver bons comportamentos. Se os empregados forem recompensados pelo seu bom trabalho, eles, certamente, estarão motivados a repetir o gesto no futuro.

Recompensa, nesse caso, não precisa ser em dinheiro, necessariamente. Muitas vezes, um simples reconhecimento verbal ou um elogio por parte do supervisor é suficiente.

Motive o espírito de equipe

Quando chegam os tempos difíceis, a equipe costuma agir em unidade para resolver os problemas. É aí que o espírito de equipe entra: um time de pessoas unidas com um propósito único, não mais trabalhando para cumprir metas próprias, mas por algo maior e em conjunto!

No entanto, despertar um trabalho de equipe não é uma tarefa fácil. Isso envolve aceitar e conviver com as diferenças, pontos de vista contrários e temperamentos distintos. Dessa maneira, é necessário fazer os empregados entenderem que, apesar das divergências, estão trabalhando para o mesmo objetivo.

Incentive a prática de ginastica corretiva

Ficar várias horas trabalhando em uma mesma posição não é saudável para ninguém. Por isso, é importante manter na empresa a cultura da ginastica corretiva. Quando a atividade é realizada de maneira correta, traz muitos benefícios para sua equipe. O alongamento dos músculos alivia a tensão e dor, melhora a postura, tonifica a musculatura e relaxa o corpo e a mente.

A ginastica corretiva é, geralmente, feita na empresa como parte da ginástica laboral e deve ser indicada de acordo com a função do funcionário. Se ele trabalha no escritório, a prática terá uma abordagem diferente daquela empregada para alguém que trabalhe levantando carga, por exemplo.

Colocando essas dicas em ação na sua empresa, você perceberá que não é difícil criar um bom ambiente de trabalho. Apenas com pequenas mudanças, é possível motivar e, consequentemente, tornar seus colaboradores ainda mais produtivos.

Lembre-se: colaboradores que se sentem bem com o que estão fazendo são mais propensos a realizar um trabalho melhor!

Gostou do artigo? Leia também: