Blog da Beecorp

Dicas de saúde mental
Qualidade de Vida

Dicas de saúde mental: confira 7 ações práticas para adotar no dia a dia

Precisando de dicas de saúde mental? O tema é recorrente, importante e pertinente para um momento em que muito se fala sobre Síndrome de Burnout, depressão, estresse, esgotamento emocional e todos os transtornos mentais que prejudicam a saúde mental.

Não se pode atribuir aos problemas ou a uma rotina extenuante toda a responsabilidade de se viver sob fadiga extrema, sem perspectiva de descanso e descarga emocional. A falta de cuidados pode acelerar esse processo e comprometer a sua saúde como um todo.

Pensando nisso, desenvolvemos este artigo com dicas de saúde mental e informações relevantes sobre o assunto. Quais ações práticas posso adotar no meu dia a dia para manter minha saúde mental em harmonia? Vamos descobrir juntos!

A importância de cuidar da saúde mental

Mente sã, corpo são — a frase pode ser clichê, mas nunca fez tanto sentido quanto nos últimos tempos. Os transtornos que a mente produz nem sempre estão atrelados a um problema físico, mas muitas vezes impactam também na saúde física.

Muito embora nem sempre se tenha autonomia sobre determinados acontecimentos em nosso dia a dia, podemos escolher como nos comportar diante deles. Essa é a chave para cuidarmos da nossa saúde mental e faz total diferença em como enfrentamos e somos impactados por uma determinada situação.

Enquanto os gatilhos mentais estimulam o cérebro na tomada de decisão, ter uma postura positiva no dia a dia, adotar hábitos saudáveis e outras atitudes que colaboram para uma boa saúde mental, previnem a instauração dos sentimentos negativos.

A saúde mental no trabalho — a prevenção é o melhor caminho

Muitos casos de saúde mental no ambiente de trabalho podem ser complexos e de difícil trato. Pelo fato de haver um distanciamento natural entre colegas, subordinados e chefias, nem sempre há abertura para uma abordagem.

O que fazer em uma situação como essa? A alegria e o otimismo são contagiantes e salvam vidas. Ninguém é obrigado a sorrir a todo o momento, mas encarar os problemas com leveza e foco na solução aumenta as chances de resolução com uma carga de pressão mais reduzida.

Se, para ter um organismo e um corpo saudáveis, são recomendáveis alimentos leves, ingestão de água e outras práticas favoráveis, o mesmo deve acontecer com a mente, com a diferença de que o alimento para a alma é produzido pelo próprio indivíduo com a decisão diária de enxergar o copo metade vazio ou metade cheio.

Não é fácil ajudar alguém que esteja vivendo sob pressão e com dificuldades de lidar com os problemas que o afligem, mas é possível ficar atento aos pequenos sinais e agir preventivamente antes que se tornem grandiosos e indissolúveis.

O ambiente de trabalho é onde se passa boa parte das horas do dia e a convivência permite identificar quando um colega apresenta mudança no comportamento e sinais de que algo não vai bem.

Pode ser que você não consiga identificar exatamente o problema, seja por falta de oportunidade, seja por ausência de intimidade. Independente disso, o recomendável é observar e cercar esse colega de boas vibrações e palavras de otimismo, inspirando a superação.

O sentimento de cuidado e acolhimento faz com que uma pessoa se sinta importante e segura o suficiente para compartilhar o problema ou, até mesmo, pedir ajuda. O fato é que não se deve negligenciar os aspectos que impactam a saúde mental achando que eles se resolverão sozinhos.

7 dicas de saúde mental que fazem total diferença na vida e no trabalho

Algumas ações simples e práticas podem ser aplicadas no dia a dia para cuidar da mente. Vejam algumas dicas que você pode adotar e recomendar para os colegas na promoção da saúde mental.

1. Melhore a gestão do tempo

O tempo — ou a falta dele — recebe infinitas acusações de ser o responsável pela correria do dia a dia e por dificuldades de concluir tudo o que foi planejado. Entretanto, a má gestão do tempo é a grande vilã. Antes de mais nada, organize suas horas para cumprir as demandas da vida pessoal e profissional.

Comece organizando a rotina em uma agenda, em um calendário ou em programas específicos de gerenciamento do tempo. Use a tecnologia ao seu favor e explore aplicativos com funcionalidades voltadas para organizar a agenda e otimizar as horas diárias.

2. Pratique atividades físicas

Você não deve esperar que a mente esteja a ponto de explosão para entender que é preciso descarregar toda a energia canalizada. A prática de atividades físicas é importante, tanto para a saúde física, quanto para eliminar toxinas, refletir, rever alguns conceitos e prioridades.

Sua empresa tem algum programa de fomento à atividade física? Se não houver, que tal implementar práticas nesse sentido, como a ginástica laboral? Perceba no dia a dia todos os benefícios de tirar alguns minutinhos da manhã e preparar o corpo e a mente para mais um dia de trabalho — faz bem, promove a interação entre colegas e melhora a comunicação interna e, consequentemente, os resultados da empresa.

Afinal, um corpo saudável é mais disposto, estimula a motivação, felicidade e até a produtividade.

3. Conviva com as pessoas que ama

Desfrutar de um tempo ao lado das pessoas que ama, faz com que a vida tenha sentido e cor. É importante trabalhar e se desenvolver profissionalmente, mas rever amigos e familiares é fundamental para a existência humana. E lembre-se: o que vale é a qualidade desse tempo, e não necessariamente a quantidade de horas que terá disponível.

4. Tenha momentos de lazer

Mesmo quem é muito focado no trabalho e se sente confortável e motivado em passar horas dedicadas a esse projeto, precisa de um momento de descanso. Viajar, sair com os amigos ou ficar em casa assistindo sua série preferida: entenda lazer como uma pausa na rotina para respirar novos ares e recuperar as energias.

Quais ações você tem adotado no seu dia a dia para promover o bem-estar e aproveitar a vida?

5. Priorize uma boa noite de sono

Você precisa dormir quantas horas para realmente se sentir descansado? Cada um tem necessidades diferentes. Mais uma vez, a qualidade é muitas vezes mais importante que a quantidade.

Muitos estudos falam sobre dormir oito horas diárias como o recomendável. Mas nem todo mundo consegue ou precisa cumprir essa carga horária. O importante é priorizar o sono como um momento fundamental para o relaxamento do corpo e da mente.

6. Cuide da alimentação

Uma alimentação balanceada e bem distribuída ao longo do dia mantém o organismo equilibrado e nutrido. Não adianta se alimentar bem no café da manhã e passar horas sem ingerir água e alimentos.

A mente saudável precisa de um corpo bem cuidado. Ficar sem se alimentar pode causar fraqueza, fadiga e ainda comprometer órgãos importantes e responsáveis pela manutenção corporal e orgânica. Conheça alimentos que te trazem disposição, assim como outros que “sugam” sua energia.

7. Inicie sessões com terapeutas

A maioria das pessoas pensa que não precisa de terapia ou que é preciso estar com alguma doença mental para procurar um terapeuta. Esse é um equívoco comum e que precisa ser desmitificado.

É fundamental procurar ajuda profissional ao perceber dificuldades em lidar com os sentimentos, emoções e as próprias frustrações. Aceitar as falhas e limitações é o primeiro passo para identificar que algo pode ser melhorado.

Essas são apenas algumas dicas de saúde mental dentre as diversas que podemos implementar no nosso dia a dia. Comece já a praticar e, aos poucos, perceba os benefícios e impactos que pequenas atitudes têm na sua mente.

Se você curtiu este post e deseja saber mais não só sobre saúde mental, mas também sobre segurança e qualidade de vida, assine agora a nossa newsletter e receba conteúdos direto na sua caixa de entrada!