Blog da Beecorp

Exposição ao sol
Saúde

Herói ou vilão? Conheça alguns cuidados para a exposição ao sol

O sol é o herói ou o vilão? Quando falamos em exposição ao sol vamos a dois extremos: excesso de câncer de pele e falta de vitamina D.

Nós, brasileiros, amamos o sol. No entanto, o câncer de pele é o mais comum no Brasil, pois vivemos uma “epidemia” de falta de vitamina D.

Continue a leitura e entenda mais sobre este assunto!

Os benefícios do sol

A vitamina D, além de outras funções, tem a função de facilitar a absorção de cálcio no organismo, o que é essencial para o desenvolvimento dos ossos e dos dentes.

Ao melhorar a fixação do cálcio nos ossos, evita uma doença chamada osteoporose. E você só descobre que tem osteoporose quando quebra um osso importante ou faz exames preventivos. A osteoporose é uma doença silenciosa.

Além disso, a vitamina D previne doenças como obesidade e diabetes e é fator de proteção para os músculos e a imunidade. Nossos músculos têm receptores para a vitamina D que dão potência máxima a eles.

Ao contrário das outras vitaminas, o corpo produz cerca de 90% da vitamina D de que necessitamos e o restante vem dos alimentos. Os alimentos são pobres em vitamina D. A principal concentração está no óleo de fígado de bacalhau. Garanto que alguns adultos da geração X nausearam ao ler esta parte. Ela também está presente no salmão, atum, sardinha e na gema dos ovos.

O sol, especificamente os raios ultravioletas, age numa molécula precursora na pele que se transforma numa forma inativa da vitamina D e esta será convertida, em vitamina D ativa, no fígado e nos rins.

Se você toma menos sol, possivelmente faz menos exercícios físicos, brinca menos e é mais infeliz. Não estou julgando, só achando.

Duas dicas importantes: tome sol durante cinco a trinta minutos, duas vezes por semana ou tome sol no corpo inteiro a cada dois ou três meses, por tempo suficiente para deixar a pele um pouco mais “moreninha”.

Que tal implantar esta prática durante a ginástica laboral em sua empresa? Em dois dias da semana ela será ao sol.

Cuidados com a exposição ao sol

Vamos para o outro extremo. O melanoma, câncer de pele extremamente agressivo, atinge cerca de 5 mil brasileiros todos os anos e o pior, é um dos canceres mais agressivos. Além do câncer, o sol envelhece a pele, favorece a formação de rugas profundas, facilita alergias e a flacidez da pele.

Há estudos que mostram que a exposição ocasional ao sol é muito mais séria que a exposição crônica. Exemplo: conhece algum mineiro ou mineira que quando vão a praia (em outro estado é lógico) torram sob o sol? Pois é, o fazendeiro em Minas Gerais que toma sol todos os dias tem muito menos risco de desenvolver o melanoma.

Algumas dicas canônicas: use protetor solar com frequência e somente o boné e guarda-sol não bastam. Pratique a exposição solar consciente.

Invista em bem-estar.

Artigo escrito por Eduardo Arantes, Diretor Técnico da BeeCorp.