Blog da Beecorp

Saúde ocupacional

Hipertensão arterial: cuidados negligenciados

Você sabia que existe o Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial? Ele é comemorado no dia 26 de Abril e ajuda a fomentar a reflexão das pessoas a cerca da doença.

Muito se fala sobre a prevenção, mas hoje gostaria de falar sobre alguns cuidados específicos que devem ser tomados, e são ne­gligenciados, quando se verifica a pressão arterial. Confira!

Cuidados ao verificar sua pressão

Para você que tem hipertensão arterial ou está fazendo o monitoramento da pressão, atenção para as informações e recomendações a seguir quando for aferir sua pressão.

  • Faça um repouso de 15 minutos em um ambiente calmo e agradável. Não se mede a pressão arterial nas ruas das grandes cidades.
  • A bexiga deve estar vazia.
  • Após exercícios, álcool, fumo ou café você deve aguar­dar 30 minutos para medir. O exercício recente reduz a pressão.
  • O manguito do aparelho de pressão deve es­tar firme e bem ajustado e deve ser mantido na altura do coração.
  • Não falar durante a medida da pressão. Nem você, nem o médico ou a equipe de enferma­gem. Falar pode aumentar a pressão.
  • Esperar de 1 a 2 minutos entre as medidas.
  • A posição sentada ou deitada é recomenda­da na rotina das medidas e vale a medida de menor valor para controle.
  • Os aparelhos devem ser calibrados regularmente.
  • No inverno a pressão pode subir e no verão diminuir.

Como medir minha pressão?

A automonitorização da pressão arterial é um meio simples e barato de obter um maior número de leituras, as quais são, pelo menos, represen­tativas do ambiente natural no qual os pacientes passam a maior parte do dia.

Equipamentos

Há três tipos de medidores que podem ser utili­zados para automonitorização. Os esfigmomanô­metros de coluna de mercúrio continuam sendo o padrão-ouro, a partir do qual todos os outros apa­relhos são comparados (são considerados o “ótimo”). Os aparelhos aneroides (parecem um relógio) são ideais para a maioria dos pacientes e há relativamente poucos erros com eles, porém poucas pessoas sabem utilizar (o “bom”). Os eletrônicos estão disponíveis em grande número e ganharam popularidade ra­pidamente. Podem medir a pressão no braço, pul­so ou dedo, e podem ser inflados automática ou manualmente. O único ponto crítico é a precisão, que varia de um aparelho para o outro (o “razoá­vel”). O ótimo pode ser inimigo do bom e este é arqui-inimigo do razoável.

Vantagens e desvantagens

Por fim, veja as vantagens e desvantagens da autome­dição da pressão arterial:

Vantagens Desvantagens
Elimina o efeito “avental branco”  

A maioria dos dados é imprecisa

Número aumentado de leituras
Avalia resposta ao tratamento
Melhora a adesão ao tratamento
Reduz custos

Converse com seu médico! Somente ele poderá orientar como monitorar sua pressão e te instruir e medicar no caso da hipertensão arterial.

Invista em saúde e bem-estar!

Artigo escrito por Eduardo Arantes, Diretor Técnico da BeeCorp.

Gostou do artigo? Leia também:

2 thoughts on “Hipertensão arterial: cuidados negligenciados”

Comments are closed.