Blog da Beecorp

Saúde ocupacional

Como incentivar os funcionários a realizarem exames preventivos?

Os exames preventivos são fundamentais para garantir uma boa saúde, melhorar a qualidade de vida e ainda ajudar os colaboradores de qualquer empresa a realizarem um bom trabalho, mais produtivo e eficiente.

Contudo, ainda existem profissionais que não se sentem bem com essa ideia, julgando que exames são procedimentos desconfortáveis ou mesmo constrangedores. Muitos também evitam fazer exames porque têm receio do que podem descobrir sobre sua saúde.

No entanto, é preciso que entendam que os exames são uma das melhores formas de identificar previamente e de evitar problemas de saúde.

Veja como estimular sua equipe a realizar exames preventivos!

Promova campanhas de educação em saúde

Promover campanhas para esclarecer dúvidas e incertezas dos funcionários é uma maneira de conseguir uma boa adesão aos exames preventivos, evitando que alguém falte nos dias marcados ou se posicione contra as medidas.

Há muitas formas de conseguir apresentar o assunto aos seus colaboradores sem ser repetitivo ou cansativo. Confira algumas sugestões:

Palestras

O gestor deve trabalhar campanhas periódicas, que envolvam palestras e seminários com pessoas qualificadas, como:

  • médicos;
  • enfermeiros;
  • psicólogos etc.

As palestras podem ocorrer tanto internamente como externas à empresa. O importante é que sejam comunicadas com antecedência para que os funcionários sejam devidamente preparados.

Materiais informativos

A distribuição de materiais informativos, como panfletos, são uma forma prática, eficaz e barata de educar sem ser pedante ou cansativo. Tudo fica resumido a algumas palavras e imagens chamativas, que despertam no leitor o desejo de aprender mais e de se engajar com a campanha.

Materiais promocionais

Oferecer alguns brindes, como camisas temáticas dos exames preventivos, também faz parte de uma boa campanha preventiva. O que importa é atrair a atenção do funcionário para a necessidade de fazer exames e se prevenir contra males futuros.

Cursos

Os cursos também são formas de educação em saúde e, atualmente — com a existência de cursos online ou mesmo gravados em vídeos — tudo fica mais fácil e diminui os custos. O material pode ser disponibilizado também por meio de apostilas personalizadas, com o logo da empresa.

Sessões de cinema

Uma sugestão é reunir os funcionários para uma sessão de cinema (ou telão improvisado) falando sobre a importância dos exames preventivos. Apresente materiais como palestras, documentários, filmes e até animações relevantes sobre o tema.

Eduque-os sobre os exames preventivos de cada gênero

De um modo geral, as mulheres se preocupam mais com a saúde que os homens. Assim, talvez seja mais fácil a adesão delas na realização dos exames.

Suas colaboradoras necessitam de exames específicos, além daqueles gerais para todos os funcionários. Alguns exemplos são o Papanicolau — que previne contra o câncer de útero — e o de câncer de mama (autoexame).

Os homens podem oferecer mais resistência em relação aos exames preventivos, mas a verdade é que a mentalidade masculina tem mudado bastante nos últimos tempos, o que é uma grande vantagem.

Certos exames podem ser feitos pelo próprio funcionário, como o de testículos, que ajuda a identificar câncer nesses órgãos.

Tratar do tema de forma segmentada, enviando e-mails específicos para cada grupo ou realizando conversas informais em separado pode trazer mais liberdade e ajudar a dar leveza ao assunto.

Utilize o exemplo como ferramenta estimulante

Quando os próprios líderes se submetem aos exames preventivos, estão dando um bom exemplo a ser seguido. Não se trata de impor nada aos funcionários, mas de convidá-los a tomar uma atitude ponderada, que prioriza a saúde.

Portanto, tanto líderes como funcionários devem se submeter aos exames médicos. Isso fará com que grande parte dos profissionais desenvolva uma visão diferente sobre o assunto, considerando-se privilegiados pela acesso a tais procedimentos.

Conheça os principais exames preventivos para funcionários

Para facilitar a gestão e a participação dos funcionários, convém classificar os exames em diferentes tipos. Conheça-os:

O exame admissional

Trata-se do exame realizado para receber o candidato como funcionário da empresa. Antes mesmo de iniciar suas atividades, o profissional precisa se submeter a esse procedimento, obrigatório para todos os empregados — menos para os domésticos, para os quais ele é facultativo.

No exame de admissão, o médico faz perguntas ao funcionário sobre:

  • histórico de saúde;
  • problemas genéticos;
  • doenças crônicas;
  • condições de trabalho no emprego anterior e assim por diante.

Logo após, são feitos exames clínicos para avaliar o peso, a altura, os batimentos cardíacos, a pressão arterial, o estado da coluna vertebral, a saúde mental e emocional.

No final de tudo, o médico emite um ASO (Atestado de Saúde Ocupacional). Ele é o documento que confirma que o profissional está apto a realizar as atividades para as quais foi convocado dentro da empresa.

Os exames complementares

Talvez o cargo que o profissional desempenhe envolva riscos a sua saúde, principalmente se o funcionário já apresentar condições prévias de doença.

Nesse caso, serão necessários exames complementares, seguindo o ordenamento do PCMSO (Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional) e as dúvidas do médico responsável pela efetivação desses exames.

Os exames periódicos

Os exames periódicos acontecem durante o ano, conforme as determinações do PCMSO para cada função, renovando aquele feito por ocasião da admissão.

Funcionários que desempenham atividades nocivas à saúde precisam de exames periódicos de 6 em 6 meses. Já os colaboradores que tenham mais de 18 e menos de 45 anos de idade, que não padeçam de enfermidade crônicas e que não revelarem nenhum tipo de deficiência de saúde necessitam de novos exames no mínimo a cada biênio.

Os exames periódicos podem envolver testes de:

  • glicemia;
  • percentual de gordura;
  • pressão arterial;
  • circunferência abdominal;
  • IMC (Índice de Massa Corporal) e outros.

Os exames para troca de função e retorno

Caso o empregado tenha que mudar de função, posto de trabalho ou setor, será necessário renovar seus exames, dependendo dos novos riscos a que ele ficará exposto. Ele deve se mostrar apto para desenvolver as novas atividades, no que diz respeito à sua saúde.

Todas as vezes que o empregado deixar de trabalhar por 30 ou mais dias consecutivos — por parto, acidente, doença etc. —, ele terá que realizar outro exame antes do retorno ou no mesmo dia em que voltar ao trabalho. O médico deve avaliá-lo, para atualizar o seu ASO.

O exame demissional

Ao se desligar de sua função, o funcionário deverá realizar outro exame para ficar comprovado que ele está deixando a empresa com boas condições de saúde.

É um exame que deve ser feito dentro de 15 dias antes de o empregado sair da empresa, enquanto estiver cumprindo aviso prévio e até a data de homologação do contrato de trabalho (aviso prévio indenizado ou inexistente).

Divulgue a importância dos exames

A empresa que realiza corretamente os exames de prevenção, além de cumprir o que manda a legislação, cuida da força de trabalho que tem a seu dispor, atuando de forma preventiva.

O gestor deve ficar atento ao cronograma de exames, para evitar problemas trabalhistas e prejuízos no quadro de empregados.

Assim, ele cuida da saúde de seu time. É importante atentar para a periodicidade dos exames e recorrer a uma empresa especializada em saúde e segurança do trabalho.

Todo funcionário que se sente com mais saúde e amparado desenvolve atividades com mais disposição, o que resulta em maior produtividade e lucros para a empresa. Assim, faça com que eles entendam a importância dos exames, não somente para o trabalho, mas para a manutenção da sua saúde e melhoria da qualidade de vida.

Gostou do post? Compartilhe-o em suas redes sociais, para que outros gestores fiquem a par da importância dos exames preventivos e sobre as melhores formas de realizá-los!

Gostou do artigo? Leia também: