Blog da Beecorp

bem-estar corporativo
Qualidade de vida no trabalho

4 serviços de bem-estar corporativo para ficar de olho

O sonho de todo funcionário é passar suas horas de trabalho num local que ele goste e se sinta bem. Nos dias de hoje, é normal que as pessoas passem mais tempo na empresa, com os colegas de trabalho, do que efetivamente em casa ou em outros locais, com a família e com os amigos.

O mercado anda cada vez mais competitivo e as empresas fazem o que podem para sobreviver. É nessas horas que elas precisam contar com o talento de seus funcionários e com bons níveis de rendimento e tudo isso precisa acontecer, preferencialmente, com baixos custos ou com investimentos que tragam um retorno efetivo.

Então, fica a pergunta: como ter bons níveis de produtividade e se destacar cada vez mais no mercado? Muitas empresas encontraram como alternativa a promoção do bem-estar no ambiente trabalho e obtiveram sucesso.

Segundo Sâmia Simurro, vice-presidente da Associação Brasileira de Qualidade de Vida (ABQV):

“a verdadeira relação ganha-ganha nas organizações é a dos programas de qualidade de vida, que devem ser integrados e com ações gerenciadas para atender os interesses e as necessidades dos funcionários. O foco é no bem-estar do indivíduo como um todo, tanto o físico como o emocional.”

Mas quais as melhores alternativas para promover o bem-estar corporativo e trazer bons resultados para sua empresa? Separamos neste artigo 4 opções de serviços para você colocar em prática e melhorar a qualidade de vida no trabalho.

1. Ginástica laboral: uma atividade leve e de curta duração que promove inúmeros benefícios

A palavra laboral vem de labor, que significa trabalho. Portanto, podemos definir ginástica laboral como a prática de exercício que acontece no próprio ambiente de trabalho. A intervenção dura de 10 a 15 minutos, aproximadamente, e tem que ser conduzida por profissionais especializados e qualificados, que irão compreender as necessidades da empresa e dos indivíduos. De acordo com os estudiosos da área, Mendes e Leite (2004), podemos defini-la como:

programa de recuperação e manutenção da qualidade de vida e de promoção do lazer, planejada e aplicada no ambiente de trabalho.

Cosma Regina da Silva, educadora física do serviço de medicina preventiva da Unimed Campo Grande, enumera os vários benefícios dessa prática:

“a ginástica laboral trabalha a reeducação postural, alivia o estresse, reduz o sedentarismo, aumenta o foco e ânimo para o trabalho, melhorando o desempenho profissional e ainda, previne lesões e doenças por traumas cumulativos, como a LER (Lesão por Esforços Repetitivos) e o DORT (Distúrbios Osteomoleculares Relacionados ao Trabalho)”.

2. Quick massage: uma medida eficaz no combate ao estresse

Estudos demonstram que o estresse pode levar o funcionário ao adoecimento e, consequentemente, promover afastamentos e quedas na produtividade. Estima-se que no Brasil, 3,5% do PIB é perdido com custos relacionados ao estresse no trabalho. E o número de colaboradores estressados é alto, pesquisas e dados da OMS (Organização Mundial de Saúde) indicam que 70% dos trabalhadores no país estão estressados e 90% da população mundial sofre desse mal.

Dessa forma, as empresas precisam adotar medidas que combatam o estresse laboral, oferecendo momentos de relaxamento e promoção do bem-estar. A quick massage, é uma excelente opção por tratar-se de um procedimento rápido e eficaz.  Como o próprio nome sugere, é uma massagem rápida, geralmente com duração aproximada de 8 a 10 minutos por sessão, mas altamente relaxante, oferecendo benefícios que vão da redução da tensão muscular e da fadiga ao aumento da produtividade. Podemos caracteriza-la por:

massagem realizada nos membros superiores (região cervical, ombros, braços e antebraços, mãos e do dorso até a região lombar) por profissionais especializados e com equipamento próprio.

3. Incentivo à atividade física: programas que combatem o sedentarismo

O número de brasileiros acima do peso cresce no mundo todo e também no Brasil. A pesquisa Vigitel 2014, do Ministério da Saúde, aponta que 52,5% da população adulta tem sobrepeso e a falta de hábitos saudáveis e o sedentarismo contribuem muito para esse índice. Para combater o sobrepeso e o sedentarismo, muitas empresas vêm adotando medidas que estimulam a prática de atividades físicas em seus funcionários.

A Electro, empresa de comércio de eletrodomésticos, é um exemplo de sucesso e oferece uma academia de ginástica de última geração na própria organização. Além do espaço e equipamentos, promove também 15 aulas de ginástica semanais. Já o Grupo Pão de Açúcar, outro bom exemplo, oferece há 19 anos incentivo a grupos de corridas. Hoje, já são 4.500 inscritos no programa da empresa, que também é organizadora da Maratona Pão de Açúcar de Revezamento, uma das mais famosas provas de rua do Brasil. Renata Gomide, gerente de marketing esportivo do Grupo Pão de Açúcar conta que:

“estruturamos um programa em que subsidiamos a inscrição em provas de corrida, fazemos acompanhamento médico e nutritivo”. O retorno, apesar de não estatístico, é grande. “O profissional afirma, nas pesquisas internas, que se sente mais motivado e mais valorizado”.

4. Acompanhamento nutricional: um aliado da adoção de hábitos saudáveis

Ainda na temática do sobrepeso, a alimentação é um fator extremamente importante para sua prevenção e combate. Além disso, bons hábitos alimentares evitam o desenvolvimento de doenças como diabetes, hipertensão arterial e doenças cardíacas. Sem falar que uma alimentação rica e nutritiva também aumenta o ânimo e a motivação dos colaboradores.  

Portanto, o acompanhamento nutricional é uma medida extremamente relevante na busca do bem-estar corporativo, já que essa mudança de hábitos alimentares deve ser guiada por um profissional especializado. O acompanhamento não se trata de uma simples consulta com nutricionistas, podemos defini-lo como

intervenções para orientar os colaboradores acerca de sua alimentação e conduzi-los na adoção de hábitos saudáveis em toda a sua vida.

Muitas empresas vêm adotando essa estratégia para a promoção do bem-estar. A FIAT, por exemplo, desenvolveu o programa Nutrição e Saúde da FIAT, que oferece justamente um acompanhamento nutricional a seus funcionários. Além dos benefícios estéticos, o programa melhora, de forma integral, a qualidade de vida e saúde dos participantes.

Conclusão

Investimentos em saúde e qualidade de vida são excelentes opções para as empresas e para os colaboradores. Um levantamento realizado pelo instituto Great Place To Work confirma as vantagens desse tipo de investimento e apontou que da lista das 100 melhores empresas para trabalhar no Brasil em 2012, 31% possuem academia dentro de suas dependências. Além disso, 37% destas dão subsídio a atividades físicas e 92% promovem  alguma ação relacionada à prática de atividades coletivas. Bruno Mendonça, consultor e analista de estudos do Great Place to Work Brasil diz que:

“Hoje, investir em questões de qualidade de vida vale muito mais do que em remuneração e benefícios. Em geral, são ações bem menos custosas para as empresas, e que dão muito mais resultado em relação a engajamento dos funcionários e atração e retenção de talentos”.  

E então, quer transformar sua empresa em um lugar com qualidade para se trabalhar? Deseja promover o bem-estar de seus colaboradores e assim elevar sua produtividade? Converse com a BeeCorp. Oferecemos opções personalizadas e individualizadas para se alcançar o bem-estar corporativo.

agende uma conversa gratuitamente

One thought on “4 serviços de bem-estar corporativo para ficar de olho”

Comments are closed.