Quando procurar por um profissional para fazer checkup?

checkup
Por: Bárbara Galan

Muitas pessoas ainda costumam procurar o médico apenas quando estão doentes. No entanto, o ideal é que todos façam um checkup periódico para monitorar sua saúde, a fim de identificar possíveis alterações ou problemas quando ainda estão no começo.

O checkup é uma prática essencial para fazer a prevenção de diversas doenças. Ele é importante tanto para aqueles que estão em grupo de risco e precisam de acompanhamento médico quanto para os que são considerados saudáveis. Ou seja, todo mundo precisa fazer.

Existem diversos exames laboratoriais e, até mesmo, de imagem que podem ser solicitados de acordo com a necessidade de cada pessoa. Neste artigo, explicamos mais a fundo o que é o checkup, como acontecem os exames e consultas, a frequência ideal para realizá-lo, entre outras informações. Acompanhe!

O que é o checkup médico?

O checkup médico é um acompanhamento de rotina feito com o intuito de realizar diferentes exames clínicos, laboratoriais e de imagem, a fim de avaliar a saúde de uma pessoa. Também pode ser chamado de rastreamento, termo utilizado pelo Ministério da Saúde.

Nessa consulta médio o organismo da pessoa é investigado por completo para conferir se ele está em equilíbrio, se apresenta alterações ou alguma doença em fase inicial.

A realização do checkup é indispensável, e não só para quem está em grupo de risco de ter algum problema de saúde. Ele é muito importante para qualquer pessoa, porque não visa apenas a diagnosticar doenças, mas identificar quadros, mesmo que benignos, que possam favorecer certas patologias.

Que tipo de exame é realizado no checkup?

Existem alguns procedimentos básicos que são solicitados no checkup para todas as pessoas. O hemograma completo é um deles. Esse exame de sangue possibilita analisar a quantidade de componentes sanguíneos, como as plaquetas, os glóbulos vermelhos e brancos.

O médico também solicita exames de urina, de fezes, colesterol, triglicerídeos e glicemia em jejum. Além desses, quando há condições especiais, fatores de risco ou a necessidade de acompanhamento, são realizados outros procedimentos mais específicos.

Pessoas que podem desenvolver problemas cardíacos também realizam um eletrocardiograma ou ecocardiograma. Para aqueles com suspeita ou suscetibilidade para o diabetes, é solicitada a hemoglobina glicada.

Existem, ainda, pessoas que precisam do exame de ultrassom para monitorar, por exemplo, a tireoide, os rins ou o fígado. Até mesmo o exame toxicológico pode entrar no checkup, inclusive, para motoristas que precisam realizá-lo regularmente.

Sendo assim, o checkup médico pode ser personalizado conforme as necessidades de cada pessoa, e segundo aquilo que o médico julgar conveniente monitorar. Além das condições clínicas e fatores de risco, essa adequação é feita com base na faixa etária da pessoa, seu histórico familiar, estilo de vida e hábitos.

Com que frequência o checkup deve ser feito?

Conforme explicamos, o checkup é personalizado para cada pessoa, de acordo com as necessidades e características dela. Por isso, a frequência de realização dessa bateria de exames também pode variar conforme a orientação do médico.

De toda forma, adultos saudáveis podem realizar o checkup a cada dois anos. Nesse grupo, estão inclusas as pessoas que não apresentam pré-disposição para doenças, que têm um bom histórico pessoal e familiar, que mantêm um estilo de vida adequado e estão dentro do peso ideal.

Essa frequência cai pela metade quando se trata dos indivíduos que apresentam algum fator de risco para o desenvolvimento de problemas diversos. Portanto, pessoas obesas, sedentárias, fumantes, com colesterol alto ou outras condições clínicas precisam fazer o checkup uma vez por ano.

O tempo diminui mais um pouco no caso daqueles que portam doenças crônicas, como o diabetes e a hipertensão. Para eles, o checkup médico é feito a cada seis meses. Pessoas que já tiveram câncer também precisam de um acompanhamento mais rigoroso para monitorar seu organismo.

O médico poderá solicitar uma frequência de consultas maior quando o paciente está exposto a algum fator que possa comprometer a sua saúde. Isso pode acontecer, por exemplo, em decorrência da sua atividade laboral.

Sendo assim, o ideal é passar pela consulta com o especialista para fazer essa primeira avaliação. Assim ele conhecerá seu histórico de problemas de saúde, os antecedentes dos seus familiares, seu estilo de vida, entre outros aspectos, para determinar a frequência ideal do checkup para você.

Lembrando que existem, ainda, condições especiais, como para pessoas com mais de 40 anos. A partir dessa idade, existe uma propensão maior para que os problemas comecem a se manifestar, então, é ainda mais importante pensar em prevenção.

Qual especialista deve ser consultado?

O checkup pode ser realizado com diferentes especialistas. Isso porque também vai depender da necessidade do paciente, que pode precisar de algum médico específico para monitorar a saúde de algum órgão ou parte do corpo mais suscetível a desenvolver doenças.

O clínico geral e o médico de família e comunidade são os que oferecem atenção primária, por isso, em caso de dúvida, eles são os profissionais ideais para ser consultado. Também são esses especialistas que fazem o acompanhamento de pessoas que não têm nenhuma condição especial que exija uma atenção mais personalizada.

Sendo assim, para realização de exames de sangue, de urina, da tireoide, colesterol, glicemia e outros básicos, esses profissionais podem prestar toda a assistência necessária. Se for preciso, eles fazem o encaminhamento para outros especialistas.

As pessoas que têm problemas cardíacos, hepáticos, renais, endócrinos ou sob risco de câncer, geralmente, realizam o checkup com especialistas nessas áreas. Afinal, muitas vezes, precisam realizar exames que o clínico geral não solicita por ser muito específicos.

Não podemos nos esquecer, também, de que as mulheres devem fazer o checkup anual com o ginecologista, para realizar seus exames preventivos. Os homens, por sua vez, a partir de 40 anos de idade, precisam da consulta anual com o urologista.

É válido ressaltar que o checkup não é realizado apenas para fazermos exames de laboratório, de imagem e outros procedimentos. O médico fará a leitura dos resultados obtidos para obter diagnósticos e para entender se o organismo da pessoa está apresentando algum tipo de carência ou excesso.

Alguns pacientes podem precisar, por exemplo, de suplementos vitamínicos ou minerais. O médico auxilia na adequação do estilo de vida, dos hábitos e da dieta para atender às necessidades do organismo da melhor forma, evitando que ações de agora venham trazer complicações no futuro.

É por isso que o checkup médico é tão importante. O intuito não é procurar doenças, mas analisar as condições do organismo para fazer mudanças e adequações sempre que preciso, adotando o estilo de vida mais saudável para conquistar a longevidade com qualidade de vida. Não se esqueça de realizar na frequência indicada para você pelo especialista.

Essas informações foram úteis? Então, compartilhe em suas redes sociais para que outras pessoas também saibam como cuidar melhor da saúde!

Author
Bárbara Galan
x

Solicite uma proposta






    Fale com consultor!

    Fale com um consultor