Envelhecimento saudável: é possível?

Envelhecimento
Categoria: Saúde

O envelhecimento no Brasil está acelerado, ou seja, teremos uma população idosa muito mais rapidamente do que tiveram os países desenvolvidos. O sistema de saúde do país estará preparado para uma avalanche de pessoas com doenças crônicas, além de incapacidade física e mental?

Envelhecer sem ter uma das condições citadas, com o estilo de vida atual, não será para qualquer um. E as cidades brasileiras estarão preparadas? E quem cuidará de você?

Hoje, 11% da população é idosa; em 2060, serão quase 30%. O Brasil será um “jovem país de cabelos brancos”. E, o pior, vai ficar velho antes de ficar rico, o que não ocorreu na maioria dos países desenvolvidos.

Em 2030, a cidade de São Paulo terá mais idosos do que pessoas com até 15 anos. Mais “envelhecentes” do que adolescentes. Em 2040, ter mais de 45 anos corresponderá a aproximadamente 57% da população brasileira em idade ativa, segundo o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea).

No trabalho, vão existir equipes multigeracionais (baby boomers, X, Y e Z). Já substituíram os dois últimos pelo termo “millenials”. Entenda mais sobre o envelhecimento!

É possível ser um idoso saudável?

O conceito moderno de saúde para o idoso é quando a pessoa é capaz de realizar suas atividades de vida diária, de forma independente e autônoma, mesmo na presença de uma ou mais doenças.

Traduzindo: a chamada funcionalidade global é extremamente importante na avaliação da saúde do idoso. É possível ser considerado idoso e saudável, mesmo na presença de uma ou mais doenças.

A medicina enumera as grandes síndromes geriátricas: demências, quedas, dificuldade de andar sozinho, incontinência fecal ou urinária, surdez e perda da visão.

A maior incidência de quedas deve-se ao fato de ocorrer uma redução da força muscular em membros inferiores e no tronco, além de uma diminuição da velocidade ao andar. Famílias, residências e hospitais devem se preparar, pois essas vão ser as principais demandas.

Mais leitos hospitalares serão ocupados e por mais tempo. Pisos molhados, escadas e luz insuficiente são as principais causas de quedas. O idoso não deve trancar a porta do banheiro, devem ser colocados pisos antiderrapantes no boxe e suportes de apoio.

Além disso, tapetes soltos devem ser evitados, calçados devem ser bem selecionados e, se necessário, não se deve hesitar em utilizar bengalas ou andador.

Os idosos geralmente procuram diferentes médicos para suas queixas, o que favorece o risco de iatrogenias com o uso simultâneo de inúmeros medicamentos. Imagine se na consulta o idoso esquece que está tomando um medicamento que poderá ser potencializado ou inibido pelo medicamento que está sendo prescrito pelo médico.

Em 2013, foi divulgado o ranking Global AgeWatch Index, em que a Suécia foi considerada o país-modelo no atendimento a idosos. São utilizados treze indicadores, agrupados em segurança financeira, saúde, emprego, educação e, por fim, o chamado ambiente propício, como contatos sociais e acesso aos meios de transporte público. O Brasil ficou em 31º entre 91 países. Acredito que só se saiu bem no indicador contato social.

Monitorar as condições de saúde, fortalecer as ações preventivas e de educação, oferecer e capacitar profissionais em cuidados qualificados, atenção multidimensional e integral são os grandes desafios da sociedade no século XXI para um atendimento integral dos idosos.

É preciso promover a saúde, estimular a atividade física, o enriquecimento cultural, o turismo, o aconselhamento para a aposentadoria e até o empreendedorismo e a geração de renda.

Ter idosos no mercado de trabalho é muito bom

Como Em 2013, a PricewaterhouseCoopers (PwC Brasil) e a Fundação Getulio Vargas (FGV) publicaram Envelhecimento da força de trabalho no Brasil, um documento que dá dicas e informações importantes sobre a presença de idosos no mercado de trabalho.

Se for possível oferecer horário flexível, redução da jornada de trabalho e atuação por projetos, com certeza os idosos serão atraídos e mantidos no mercado. Os idosos precisam se manter atualizados, ser flexíveis e perder o medo da tecnologia, pois essas foram as principais barreiras para que os profissionais mais velhos fizessem parte das equipes de trabalho.

E não deve ser uma surpresa se um dia seu chefe tiver idade para ser seu neto. As principais percepções positivas sobre o trabalho dos idosos foram: são mais confiáveis, possuem mais conhecimento útil para o dia a dia da empresa e são mais organizados. Ser atendido no supermercado por uma senhora idosa nos dá uma sensação de segurança. Também por médicos e advogados idosos.

Um envelhecimento saudável começa hoje. Invista em bem-estar.

Artigo escrito por Eduardo Arantes, Diretor Técnico da BeeCorp.

BLOG DA BEECORP
Você também pode se interessar
Saúde
Pressão baixa: entenda como agir, sintomas e causas

Pressão baixa: entenda como agir, sintomas e causas Por: Christine Ornelas

Quando a pressão arterial se encontra abaixo dos valores considerados normais, ou seja, 9 por 6, estamos diante do que é clinicamente conhecido como pressão baixa ou hipotensão arterial,...
Saúde
Saúde coletiva: o que é, como promovê-la e atuações profissionais

Saúde coletiva: o que é, como promovê-la e atuações profissionais Por: Anderson Rodrigues

A promoção da saúde coletiva é resultado de um pensamento sistêmico relacionado à saúde da população no geral. A partir disso, um estudo abrangente investiga as doenças mais comuns...
Saúde
CID 10: o que é, como consultar, códigos e classificações

CID 10: o que é, como consultar, códigos e classificações Por: Anderson Rodrigues

A CID 10 é uma lista de códigos que classifica doenças e condições médicas em categorias. O objetivo é padronizar a nomenclatura das patologias para facilitar a identificação delas...
Saúde
Lombalgia (dor lombar): causa, sintomas, diagnóstico e tratamento

Lombalgia (dor lombar): causa, sintomas, diagnóstico e tratamento Por: Alice Araujo

Se você nunca teve lombalgia, certamente conhece alguém que já sofreu por causa dela. Segundo estudo da OMS (Organização Mundial da Saúde), nada menos que 80 a cada 100...
Saúde
Febre: o que é, causas, sintomas e mais!

Febre: o que é, causas, sintomas e mais! Por: Anderson Rodrigues

A febre é uma alteração comum associada a várias doenças. Infecções, estresse, viroses, entre outros problemas de saúde, como dor de cabeça intensa, podem ocasionar o aumento da temperatura...
Saúde
Ansiedade: quais são os sintomas e como controlar

Ansiedade: quais são os sintomas e como controlar Por: Paola Sobral

Essa sensação natural é um estado de angústia caracterizado pela sensação de medo, insegurança e incerteza. A ansiedade desencadeia diversos sintomas, como excesso de preocupação, pensamento acelerado, insônia, fobias,...
Saúde
Checkup: o que é feito, quais são os exames e frequência indicada

Checkup: o que é feito, quais são os exames e frequência indicada Por: Anderson Rodrigues

Muitas pessoas ainda costumam procurar o médico apenas quando estão doentes. No entanto, o ideal é que todos façam um checkup periódico para monitorar sua saúde, a fim de...
Saúde
Psicologia: áreas de atuação e o que faz um psicólogo

Psicologia: áreas de atuação e o que faz um psicólogo Por: Paola Sobral

A Psicologia se refere ao estudo do comportamento humano e sua relação com o meio. Ela se ramifica em diversas áreas específicas, como Psicologia Ocupacional, Comportamental, do Esporte, Clínica,...
Saúde
ASO: esclareça as principais dúvidas sobre o Atestado de Saúde Ocupacional!

ASO: esclareça as principais dúvidas sobre o Atestado de Saúde Ocupacional! Por: Anderson Rodrigues

O Atestado de Saúde Ocupacional (ASO) é um documento que comprova quando o trabalhador tem a condição de saúde adequada para executar certas funções. É uma exigência para todos...
SOLUÇÕES EM DESTAQUE
Qualidade de vida, Saúde e Ergonomia
Preparado para transformar pessoas e negócios?
O investimento em saúde, segurança e qualidade de vida impacta diretamente nos resultados da sua organização.
Fale com nossos especialistas
x

Solicite uma proposta







    Assine nossa newsletter

      Autor
      Felipe Alvares

      Assistente de Marketing BeeCorp

      Deixe um comentário

      O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

      Fale com consultor!

      Fale com um consultor

        Cadastrar currículo