Reflexologia: o que é e por que oferecer aos colaboradores?

Reflexologia
Por: Bárbara Galan

Reflexologia é a técnica terapêutica que trata dores, funcionamento dos órgãos e emoções por meio de pressão digital aplicada em determinados pontos, principalmente na planta dos pés. Essa técnica estimula terminações nervosas, favorecendo o processo de autocura.

Uma das iniciativas mais importantes e que constitui um grande diferencial entre as empresas é a implantação de programas de qualidade vida no trabalho. A reflexologia é um dos componentes mais eficientes desses programas.

Ela pode ser aplicada em um local reservado, como o utilizado para as técnicas de quick massage ou quiropraxia. A técnica, por sua vez, representa um grande cuidado com os colaboradores e é um fator de melhoria da imagem da empresa.

Continue a leitura e descubra o que é a reflexologia e por que oferecer aos colaboradores esse benefício.

O que é reflexologia e para que serve?

O termo significa, literalmente, “estudo dos reflexos”, mas se refere à técnica terapêutica que opera estimulando, em especial, as terminações nervosas do corpo ou, como são chamados, plexos nervosos. Rosto, orelhas, pés e mãos constituem as partes corporais com maior concentração dessas terminações.

A chamada reflexologia podal trabalha, sobretudo, com os plexos nervosos localizados na planta dos pés e associados a diversos órgãos. Assim, estímulos físicos nessa região vão agir em outras áreas como no fígado ou nos rins, por exemplo.

A prática da reflexologia constitui terapia natural e não invasiva. Ela não apresenta contraindicações referentes à idade, ao período de gestação ou para aplicação em pacientes oncológicos. Esta técnica é empregada para tratar e complementar tratamentos de natureza emocional, como estresse e ansiedade.

Do mesmo modo, sua utilização é bastante eficaz nos tratamentos de distúrbios no funcionamento dos órgãos internos, assim como nas dores articulares e musculares.

Quais as vantagens de oferecer a reflexologia na empresa?

Assim como outras práticas que aprimoram a qualidade de vida dos colaboradores, como a quiropraxia, a reflexologia pode oferecer inúmeras vantagens para a empresa que adotá-la para seus funcionários. Para os trabalhadores, especialmente, há diversos benefícios recomendados para sua adoção. Conheça agora os principais!

Alívio de tensões

A vida moderna atribulada, o ambiente de trabalho competitivo e os compromissos que nunca terminam são fontes incontestáveis de tensão ao longo do dia. Seu acúmulo se traduz em dores de cabeça, cansaço profundo e irritação, entre inúmeros possíveis sintomas.

Oferecer a reflexologia para os colaboradores quebra esse ciclo e alivia as tensões facilmente. Os resultados são visíveis na primeira semana de implantação, com menos irritações e melhor entrosamento entre os membros das equipes.

Relaxamento

Além de aliviar as tensões, as técnicas de reflexologia permitem alcançar os efeitos de um verdadeiro spa intensivo para relaxamento na própria empresa. Colaboradores mais relaxados, especialmente aqueles sobre quem pesam grandes responsabilidades, tomam melhores decisões a partir das sessões no ambiente ocupacional.

Bem-estar

A essência de um programa de qualidade de vida no trabalho é o bem-estar de seus colaboradores. A adoção da reflexologia no ambiente da empresa é um grande facilitador para obtenção dessa condição para os trabalhadores de forma simples e direta, além de muito agradável.

Estímulo da circulação sanguínea

As técnicas de reflexologia promovem estímulo à circulação sanguínea, em especial quando adotadas para esse fim. Com isso, é possível aliviar inchaços generalizados ou localizados, reduzir processos inflamatórios e beneficiar órgãos e articulações.

Redução do estresse

A redução das tensões e o relaxamento promovido por uma sessão de reflexologia agem sobre um dos maiores vilões da sociedade moderna: o estresse. Colaboradores estressados reduzem sua eficiência e pioram a qualidade de seu desempenho.

As sessões da técnica de reflexologia, por sua vez, podem transformar uma organização. Em poucas sessões é possível reduzir ou, até mesmo, eliminar o estresse. E isso não tem preço, não é mesmo? É excelente para os colaboradores e para toda a companhia.

Melhoria da produtividade

O resultado dos benefícios da aplicação da reflexologia é muito parecido com a relação da quick massage com a produtividade: conduz a melhora do desempenho. É um resultado naturalmente esperado, uma vez que atua sobre fatores que fortalecem o bem-estar e aprimoram a qualidade de vida das pessoas que dela fazem uso.

Como surgiu essa técnica e como é empregada?

As origens da reflexologia são milenares e existem registros encontrados no Egito, na Índia e na China de sua utilização em tempos bem remotos. Trabalhos arqueológicos conduzidos nessas partes do mundo que constituem um celeiro da sabedoria antiga dão conta de seu emprego desde muito cedo.

Assim, pinturas de parede, datadas de aproximadamente 2.400 a.C., foram encontradas em Saqqara, no Egito, na tumba do médico Ankhmahor. Elas mostram dois homens manipulando os pés e as mãos de dois pacientes. Esses registros do Antigo Egito parecem ser os mais distantes encontrados até agora com referência à prática da reflexologia.

Na reflexologia podal, a planta dos pés direito e esquerdo apresentam por quase toda a superfície pontos que são regiões dos terminais nervosos. Tais pontos se relacionam cada um a um órgão (estômago, vesícula biliar) ou área do corpo (região lombar, área do sacro e cóccix).

Bem conhecidos do profissional, os pontos referentes aos órgãos que se deseja tratar são estimulados por pressão digital (com o polegar, na maioria dos casos) com movimentos circulares. Na abordagem, a ação pode ser complementada por movimentos que se assemelham a uma massagem aplicada por todo o pé e tornozelo.

Para que situações é mais indicada?

De modo geral, a técnica é utilizada para o tratamento de distúrbios fisiológicos e emocionais que podem estar acometendo a pessoa. Assim, suas principais aplicações se dirigem a situações como:

  • estresse;
  • sensações incômodas (ansiedade, medo, raiva);
  • dores (de cabeça, de postura, musculares);
  • infecções respiratórias;
  • inflamações;
  • distúrbios gastrointestinais;
  • distúrbios osteomusculares.

Sua aplicação pode ser ainda mais dirigida quando, por exemplo, é associada aos cuidados promovidos pela ergonomia. Assim, esta cuida das medidas preventivas, enquanto a reflexologia trata dos casos de dores musculares advindos de posturas corporais equivocadas.

Assim como na reflexologia podal, as mãos também apresentam inúmeros plexos nervosos para a técnica. A primeira, no entanto, é mais utilizada e mais conhecida em razão de seus efeitos serem rapidamente alcançados.

Se você gostou deste post, entre em contato conosco e conheça tudo o que a BeeCorp pode fazer para implementar mais qualidade de vida em sua empresa.

Author
Bárbara Galan
x

Solicite uma proposta






    Fale com consultor!

    Fale com um consultor