Blog da Beecorp

Cultura organizacional
Qualidade de Vida

Entenda a importância de uma cultura organizacional e como desenvolvê-la

Hoje, para que uma empresa possa sobreviver, é preciso monitorar constantemente as variáveis do ambiente externo e construir uma cultura organizacional sólida e eficaz. Essa cultura representa a forma como as coisas são feitas no dia a dia.

Não é à toa que muitos especialistas dão tanta atenção ao assunto. Para Peter Drucker, considerado o pai da administração moderna, a cultura de uma empresa devora a estratégia no café da manhã. Assim, é possível considerá-la crucial para o sucesso.

Existem diversas empresas que atribuem seu crescimento à sua sólida cultura, como a Ambev (focada na alta produtividade), a Amazon (centrada nos clientes), Pixar Animation (focada na inovação) e a Southwest Airlines (centrada nos colaboradores).

Pensando nisso criamos um post especialmente para você. Hoje vamos falar sobre a importância da cultura e sobre como desenvolvê-la em sua empresa. Continue lendo e fique por dentro do assunto. Boa leitura!

O que, exatamente, é cultura organizacional?

Primeiro, é preciso ter clareza sobre o que é cultura organizacional. Atualmente, muito se fala sobre o assunto e são diversos os conceitos utilizados. Em meio a tudo isso, fica cada vez mais complexo ter uma visão límpida e coerente do tema.

Então, para facilitar a interpretação, é importante que você considere a cultura de uma empresa como o conjunto dos valores, hábitos e crenças que são abraçados por seus funcionários. Essas características influenciam a forma de pensar, agir e reagir dos colaboradores e, por consequência, da empresa no mercado.

Isso significa dizer que, se uma empresa tem sua cultura focada na satisfação dos clientes, tudo o que ela fizer terá exatamente esse ponto como seu principal foco. Toda a empresa e seus funcionários entendem que os clientes são prioridades — e agem dessa forma.

Um caso muito interessante é o da Amazon, que tem sua cultura centrada no cliente. Nas reuniões com os diretores é comum que seu CEO, Jaff Bezos, deixe uma cadeira vazia para representar os clientes — e toda decisão deve ser tomada pensando neles.

Quais os impactos da cultura no empreendimento?

É importante entender que toda empresa tem uma cultura, seja ela amplamente compartilhada ou não. Essa cultura começa a se delineada ainda nos estágios iniciais do negócio, nas primeiras interações interpessoais. Mas qual o seu impacto na empresa?

Isso pode variar bastante de acordo com cada cultura. Veja alguns impactos:

1. Otimização do engajamento dos funcionários

Os funcionários passam cerca de 17 horas semanais de forma improdutiva, de acordo com pesquisa divulgada pela Microsoft. Ao desenvolver uma cultura de produtividade, em que cada profissional entende o que deve fazer, é possível otimizar os resultados.

Um exemplo disso é a distribuidora de bebidas Ambev. A gigante desenvolveu sua cultura com foco na alta produtividade e afirma que cada funcionário deve pensar (e agir) como dono, comprometendo-se pessoalmente com os resultados desejados.

2. Aumento da satisfação dos clientes finais

A satisfação dos clientes deve ser uma das principais prioridades para as empresas. Infelizmente, isso nem sempre é uma realidade. Estima-se que, em 2015, cerca de 86% dos clientes migraram para a concorrência por conta do mal atendimento.

Uma cultura sólida permite que os profissionais entendam a importância de satisfazer aos clientes finais. Uma empresa que entende muito bem disso é a Apple: a companhia tem um percentual de NPS (indicador de lealdade dos clientes) de 89%.

3. Diferenciação da companhia no mercado

O mercado encontra-se cada vez mais turbulento. A prova disso é que nunca se viu tantas empresas abrindo e fechando em um período tão curto de tempo. Em meio a tudo isso, é importante encontrar um diferencial que torne a companhia única.

Esse diferencial, muitas vezes, pode ser visto na própria cultura organizacional. Ao desenvolver uma cultura sólida, é possível atribuir uma personalidade ainda mais marcante à companhia e diferenciá-la das outras empresas no mercado.

4. Maior inovação para enfrentar os desafios

O mercado tem mudado a passos largos. Hoje, por exemplo, é possível falar em indústrias 4.0 — inteligência artificial, nanotecnologia, carros autônomos, etc. Para sobreviver, é importante que a empresa tenha uma cultura que propicie a inovação.

A Pixar Animation é um grande exemplo disso. Para seu fundador e presidente, Ed Catmull, grande parte do sucesso da companhia no lançamento dos seus filmes é graças à cultura de inovação que envolve a empresa e faz com que cada profissional seja criativo.

Como desenvolver uma cultura sólida?

A cultura de uma empresa não pode ser criada ou modificada de uma hora para outra. É preciso um trabalho longo e árduo, fazendo com que cada profissional incorpore determinados valores ao seu dia a dia no trabalho.

Mas existem algumas coisas que podem ajudar. Veja:

1. Crie um propósito de atuação

O propósito de uma empresa é algo que vai muito além dos recursos financeiros, envolve um objetivo muito maior e que inspira outras pessoas. Então, para começar, crie um propósito que mova as pessoas no sentido da cultura que deseja solidificar.

2. Estabeleça os valores da companhia

A declaração de valores são os inegociáveis de uma organização, coisas que ela jamais abriria mão — como honestidade, paixão, etc. Além disso, os valores representam o centro da cultura organizacional, algo que rege a atuação de cada funcionário.

Então, estabeleça um conjunto de valores que tenham conformidade com a cultura. Depois, compartilhe-os como uma premissa básica dentro da empresa.

3. Potencialize o processo de comunicação interna

O diálogo dentro da empresa é uma importante ferramenta. Com ela, é possível alinhar e conduzir as pessoas rumo aos objetivos desejados.

Para potencializar a comunicação, é importante investir em ferramentas que facilitem esse processo, tais como: intranet, mural de recados, aplicativos mobile, caixa de sugestões, sistemas especializados e redes sociais corporativas.

4. Invista no bem-estar da equipe

Cada profissional deve se comprometer com a cultura, abraçar os valores compartilhados e tomar para si o propósito da companhia.

Mas, para que isso de fato aconteça, devem se sentir valorizados pela empresa. Para isso, é importante que invista no bem-estar dos trabalhadores, mostrando que realmente se importa com eles.

Agora você sabe o que é cultura organizacional, sua importância e como desenvolvê-la em sua companhia. Não deixe de aplicar as dicas aqui compartilhadas e obter grandes resultados, tornando o empreendimento próspero e bem-sucedido.

Se você gostou do nosso conteúdo e está pronto para desenvolver uma sólida cultura organizacional, aproveite para nos seguir nas redes sociais (FacebookLinkedIn, Instagram, Twitter) e ficar sempre por dentro das novidades!