Conheça 7 práticas para promover o bem-estar corporativo!

Por 27 de agosto de 2018Qualidade de vida no trabalho
Conheça 7 práticas para promover o bem-estar corporativo!

Muito se fala que o capital humano é um dos maiores ativos de uma empresa, e não é para menos. Contar com colaboradores motivados e engajados é uma forma de aumentar as chances de alcançar os objetivos e obter resultados satisfatórios.

Para isso, é preciso se preocupar com a promoção do bem-estar corporativo, investindo na qualidade de vida no ambiente de trabalho. Quer saber como isso pode ser feito? Preparamos uma lista com 7 ações básicas que podem ser adotadas no negócio. Continue a leitura deste post e saiba quais são elas!

1. Escutar os colaboradores

Um dos pontos principais para se promover o bem-estar corporativo é dar atenção às necessidades dos colaboradores. Antes mesmo de adotar ações, o ideal é entender o que eles esperam do desenvolvimento profissional (e pessoal também).

Para ajudar nisso, vale a pena perguntar quais mudanças os colaboradores consideram relevantes e que podem gerar resultados positivos para o negócio. A forma como elas serão implementadas também pode afetar a satisfação dos funcionários com a empresa.

Portanto, invista em uma comunicação bilateral, na qual os trabalhadores poderão conceder bons insights sobre quais melhorias podem ser feitas com uma garantia maior de retorno — em vez de colocar planos de ação em prática para só então observar o que os empregados acham das medidas.

2. Promover feedbacks periódicos

O feedback é fundamental para que os colaboradores tenham consciência do que é esperado deles e do desempenho que estão entregando. Assim, todos tomam conhecimento dos pontos fortes e de quais aspectos precisam ser melhorados.

Ainda é muito comum encontrar gestores que fornecem essas avaliações para pontuar as limitações dos funcionários. Apesar de serem necessárias para aprimorar o desempenho da equipe, é importante ressaltar as qualidades e elogiar os acertos para manter os profissionais motivados e engajados para melhorar a qualidade do serviço.

3. Acompanhar a saúde dos trabalhadores

A saúde dos colaboradores tem uma relação direta com o bem-estar no ambiente de trabalho e vice-versa. Para fazer um acompanhamento mais eficaz, vale a pena contar com uma empresa especializada na promoção da saúde, segurança e qualidade de vida.

Essa iniciativa transmite a ideia de que a organização se preocupa com seus profissionais e investe em melhorias nas condições oferecidas. Do ponto de vista do trabalhador, esse pode ser o diferencial que o impede de buscar outras oportunidades — o que, para a empresa, se traduz na diminuição da rotatividade e na retenção de talentos.

4. Identificar ações para garantir o bem-estar corporativo

Uma empresa que se preocupa com o bem-estar dos colaboradores precisa fazer uma boa gestão da saúde ocupacional e incluir os aspectos ligados a ela no planejamento estratégico. A partir dessa estratégia — aliada à ação de escutar os trabalhadores — é possível identificar quais ações serão mais eficazes para garantir bons resultados.

Entre as opções que podem ser consideradas, estão:

  • pesquisas de clima organizacional — que estão alinhadas à iniciativa de escutar os colaboradores;
  • programas voltados para reeducação de hábitos de vida, como a alimentação e a prática de atividades físicas;
  • campanhas voltadas para o combate às doenças ocupacionais, como o estresse.

Entretanto, vale ressaltar que essas ações devem ser bem estruturadas e planejadas com base em metas bem definidas. Além disso, vale a pena criar indicadores de desempenho que servirão como base para analisar o impacto das estratégias adotadas — o acompanhamento do índice de absenteísmo e de afastamentos são dois exemplos de como avaliar o sucesso das iniciativas.

5. Investir em palestras de conscientização

As palestras de conscientização são um instrumento importantíssimo para promover a saúde e a qualidade de vida — tanto no âmbito profissional quanto no pessoal. Diversos temas podem ser adotados para orientar os colaboradores a respeito de práticas e hábitos que levam essas metas. Entre eles:

Se houver a possibilidade de diversificar, oferecer oficinas e dinâmicas, por exemplo, também é uma forma de aumentar o engajamento e melhorar o clima organizacional — tudo isso além de sair um pouco da rotina e trazer novidades relevantes para as pessoas.

6. Ressaltar os resultados coletivos

Os resultados alcançados em uma empresa fazem parte de um esforço coletivo. Quando ele não é reconhecido, a tendência é que a produtividade diminua e os colaboradores vão se tornando mais insatisfeitos ao longo do tempo — o que leva a um ciclo vicioso.

Valorizar o trabalho é uma iniciativa que não gera gastos, mas que tem um papel fundamental na hora de motivar a equipe. Por isso, os líderes devem ser conscientizados sobre a importância de ressaltar as conquistas e deixar os trabalhadores mais motivados a continuar alcançando os objetivos.

Pequenas comemorações, como um simples coffee break, ajudam a sair da rotina, aumentar a interação entre as pessoas, melhorar as relações e deixar o clima organizacional mais agradável.

7. Criar uma cultura organizacional saudável

Implementar uma cultura organizacional que abrange a saúde, a segurança e a qualidade de vida dos colaboradores é essencial para garantir que todas as ações citadas anteriormente sejam colocadas em prática e levadas adiante. Isso se deve ao fato de a cultura ser formada pelos valores, pelas crenças e pelos hábitos de uma empresa.

Incluir a preocupação com os trabalhadores nessas diretrizes ajuda a desenvolver estratégias que sejam benéficas para o negócio e, ao mesmo tempo, sejam positivas para os empregados. É importante destacar que esse tipo de visão não deve ser implementada apenas por grandes empresas, mas por negócios de todos os portes.

A promoção do bem-estar corporativo é uma estratégia que precisa ser encarada como um investimento que gera diversos benefícios para o negócio. Apostar na felicidade dos colaboradores é sinônimo de mais motivação, de aumento da produtividade, de retenção de talentos e da melhoria nos resultados — sem contar a imagem positiva que a empresa cria no mercado.

O que achou do post? Quer saber mais sobre como investir e integrar ações de saúde, segurança e qualidade de vida dos trabalhadores no seu negócio? Então entre em contato conosco e esclareça suas dúvidas sobre o assunto!

Comentários

Comentários