Dor nas costas: entenda suas causas e o que ela pode significar

Dor nas costas: entenda suas causas e o que ela pode significar
O que é?
Fatores de risco
O que pode significar?
Sintomas
Tipos e como identificar
Quando pode ser preocupante?
Como aliviar?
Tratamento
Como melhorar a postura?
Categoria: Saúde

Dor nas costas é uma forma de se referir a várias condições e sensação de desconforto na região lombar, dorsal e das nádegas. Afeta principalmente a movimentação, postura e sustentação do corpo.

Sobre dor nas costas, alguns dos tópicos abordados aqui serão:

Você já sentiu uma grande pressão nas costas, no pescoço ou na região lombar, como se todo o peso do mundo estivesse sobre você? Atlas também. O famoso deus grego, retratado sustentando um globo sobre os ombros, certamente sabia o que era dor nas costas e talvez não conhecesse a ergonomia.

No ano de 2017, a Organização Mundial da Saúde (OMS) indicou que cerca de 80% da população têm ou terão dor na coluna em algum momento da vida. É um número muito elevado, e é preciso conhecer mais para prevenir ou tratar esse tipo de problema.

Cuidados diários com a sua saúde física e mental são essenciais! Confira nosso material exclusivo:

O que é dor nas costas?

dor nas costas, tecnicamente conhecida como dorsalgia, é um termo genérico usado para se referir ao desconforto que ocorre em várias partes das costas relacionadas à sustentação. Principalmente a coluna cervical e a lombar.

Ela só perde em frequência e, às vezes, em intensidade para a cefaleia, a popular dor de cabeça. Para o Ministério do Trabalho e Previdência, trata-se da quinta maior causa de afastamento do trabalho em nosso país.

As maiores incidências ocorrem entre as atividades que exigem movimentações manuais, como pegar e transferir cargas. Logo em seguida, vêm aquelas nas quais o colaborador passa boa parte do tempo sentado, a maioria dos trabalhos administrativos, de TI e de algumas linhas de produção.

Fatores de risco para a dor nas costas 

A dor nas costas, assim como ocorre com a Lesão por Esforço Repetitivo (LER), pode não resultar de alguma doença. Costumeiramente, aparece relacionada às posturas inadequadas no trabalho, assim como em razão de esforços realizados de forma imprópria ou em condições inadequadas.

De modo semelhante, também pode ser resultado de processos inflamatórios. Nesse sentido, são consideradas como causas mais comuns das dores:

  • sedentarismo;
  • vícios posturais;
  • repouso inadequado;
  • excesso de trabalho;
  • esforços excessivos;
  • exercícios físicos em demasia;
  • estresse físico e emocional.

Estou com muita dor nas costas, o que pode ser?

Apesar de a maioria das dores das costas serem algo simples de tratar, elas também podem ser um sintoma de doenças graves. Nesses casos, quase sempre são acompanhadas de outros sinais. Alguns exemplos possíveis são:

  • doenças neurológicas ou relacionadas (por exemplo, hérnia de disco);
  • síndrome da cauda equina;
  • doenças ortopédicas (por exemplo, artroses e câncer da coluna);
  • doenças reumatológicas (artrites);
  • infecções (na coluna, na bexiga ou nos rins);
  • cálculos renais (conhecidos popularmente como “pedra nos rins”);
  • fraturas;
  • distúrbios do sono.

Quais são os sintomas de uma coluna inflamada? 

É sempre importante considerar a possibilidade de algum processo inflamatório estar se desenvolvendo na coluna vertebral. Nesse sentido, qualquer parte da coluna pode ser acometida por uma inflamação.

Nesses casos, o resultado traz incômodos e dores capazes de inibir drasticamente a capacidade produtiva do indivíduo. No ambiente corporativo, é motivo para aumento do absenteísmo, assim como de afastamentos mais longos.

Por sua vez, os sintomas que se manifestam em um processo inflamatório na coluna vão depender da região na qual a inflamação se desenvolveu. De modo geral, podem ser considerados como os mais comuns:

  • dificuldade nos movimentos do pescoço;
  • dormência em partes como ombro, braço, cotovelo, mão ou dedos;
  • sensação de fraqueza em um dos braços ou nas pernas;
  • alterações intestinais;
  • incontinência urinária;
  • dor ao respirar;
  • dificuldade para respirar.

Na ocorrência de qualquer desses sintomas, é importante buscar auxílio para a realização de um diagnóstico médico mais preciso. Dessa forma, podem ser iniciados os procedimentos para o tratamento adequado à situação e à urgência que possivelmente requeira.

Quais os tipos de dores nas costas e como identificar?

Para realizar um tratamento adequado dessas dores, é importante entender como elas se manifestam. Por isso, elas são divididas em certas categorias, seguindo alguns critérios. Veja quais são eles.

Local X Irradiada

A primeira distinção que você deve encontrar é entre a dor local e a dor irradiada. Uma dor local fica restrita à região do tronco e das nádegas. Isso indica que a fonte da dor está principalmente associada aos músculos.

Já a dor irradiada se espalha para outras partes do corpo, como os braços, pescoço, barriga e pernas, mas com o foco principal ainda no tronco. Nesse caso, é um sinal de que a sensação de dor é causada pelos nervos que se originam na coluna.

Aguda X Crônica

Outra distinção comum é entre a dor aguda e a crônica. Como o nome diz, uma dor crônica é recorrente, geralmente se espalhando em intervalos regulares e variando bastante em intensidade. Também é o tipo de dor que exige um tratamento mais complexo para eliminar suas possíveis causas.

Também existe a possibilidade da dor aguda, que é intensa e aparece de forma inesperada. Ela pode ser resultado de algum estímulo em particular ou surgir sem nenhuma causa aparente. Muitas vezes, é proveniente de inflamações, o que exige um tempo de repouso e analgésicos para controlar a dor.

Quando a dor nas costas pode ser preocupante?

Com um pouco de descanso e melhorias na ergonomia do seu ambiente, já é possível combater a maioria das dores nas costas e melhorar sua qualidade de vida. Porém, há alguns casos em que essa dor exige mais atenção médica. Os principais indicadores estão a seguir.

Sintomas adicionais

Pode ser que a dor nas costas venha acompanhada de outros sintomas e complicações. Formigamentos, sensação de fraqueza, perda de peso, suor, febre etc. Mesmo que sejam brandos, esses sintomas indicam que há outro problema de saúde mais grave.

Duração

Mesmo com o tratamento clínico e desenvolvendo bons hábitos de vida, pode ser que a dor nas costas persista. Se o quadro continuar por vários meses, é sinal de que a causa é mais profunda do que apenas uma postura inadequada ou falta de ergonomia.

Intensidade

Também existem casos em que a dor é apenas intensa demais para ser suportada. Se essa é a situação, o médico deve receitar analgésicos para controlar a dor, assim como indicar outros exames para identificar sua causa.

O que fazer para aliviar dores nas costas?

Inicialmente, o diagnóstico em uma ocorrência de dores nas costas é essencialmente clínico, isto é, realizado por meio de avaliação do profissional e do histórico da pessoa. Nesse momento, é comum a realização de exames, como a ressonância nuclear magnética, para determinar a causa exata da dor.

Da mesma forma, o tratamento clínico é bem simples. Em apenas 2% a 5% das avaliações realizadas há necessidade de alguma intervenção cirúrgica, como no caso de uma hérnia de disco. Na grande maioria, basta adotar novas formas de autocuidado.

Em qualquer situação, no entanto, pode ser providenciado encaminhamento médico para fins de exames mais aprofundados. Algumas iniciativas importantes, assim como outras medidas simples, podem ser adotadas de modo preventivo ou no surgimento das dores, como mostraremos a partir de agora.

Iniciativas para aliviar dores nas costas

Boa parte do tratamento da dor nas costas tem caráter preventivo. Ou seja, seu foco está em eliminar as causas comuns e construir hábitos saudáveis. Algumas das principais recomendações são:

  • controle do peso e do tamanho da circunferência abdominal;
  • prática de atividade física regular;
  • reforço muscular;
  • ações de ergonomia ativas e passivas.

Uma empresa também pode adotar a ginástica laboral compensatória. Além disso, algumas iniciativas pessoais simples podem ser de grande valia, reduzindo as possibilidades de incidências da dor e aliviando os sintomas. Conheça as principais.

Quick Massage

Traduzido como “massagem rápida”, é uma prática comum para eliminar dores localizadas em pouco tempo. Muitas empresas promovem sessões de Quick Massage para melhorar a qualidade de vida da equipe.

A Quick Massage é uma ótima solução para evitar diversas dores que podem ser originadas a partir da atividade laboral, como é o caso da dor nas costas.

Habituar-se a fazer alongamentos

Boa parte das dores nas costas são resultado de tensão muscular excessiva. Os alongamentos aliviam as tensões musculares e tendem a reduzir ou eliminar a ocorrência de dores.

Fazer exercícios físicos específicos

Alguns exercícios físicos podem ser utilizados para reduzir as dores nas costas. Mas, para isso, o ideal é contar com um profissional habilitado, como um fisioterapeuta, visto que um exercício incorreto também pode piorar sua situação.

Descansar em posição adequada

Passar uma noite dormindo em uma posição desconfortável ou ficar a maior parte do dia com a coluna torta certamente vai causar algumas dores. Nos momentos de descanso, procure sempre pela posição mais confortável.

Aplicar calor

A aplicação de calor relaxa a musculatura e ativa a circulação local. É outra forma de diminuir a tensão muscular, especialmente se você faz muito esforço diariamente.

Reduzir o estresse e a ansiedade

O estresse emocional também é um fator que pode levar a dores musculares, incluindo dor nas costas. A melhor recomendação é adotar uma atividade física e repensar o ritmo de suas rotinas.

Quiropraxia

Uma prática que tem ganhado mais destaque nos últimos anos, a quiropraxia é uma forma de tratamento usada para lidar com condições neuro-músculo-esqueléticas. Problemas que também podem causar dor nas costas.

Ginástica Laboral

São exercícios de curta duração, levando entre 5 e 15 minutos, usados para melhorar a saúde no ambiente de trabalho. Eles envolvem respiração, movimentos contínuos e alongamentos. Eles também contribuem com a redução da tenção e evitam dores.

Opções de tratamento para dor nas costas

Mesmo quando essas dores são brandas, ainda é importante tomar o devido cuidado e buscar tratamento. Como qualquer questão de saúde, se ela não recebe a devida atenção, pode gerar diversas complicações a longo prazo.

Confira algumas sugestões de tratamento que você pode adotar.

Pilates

O Pilates é um tipo de exercício físico que trabalha principalmente a força muscular, o equilíbrio, a flexibilidade e a postura. Todos fatores importantes para ajudar a prevenir a dor nas costas no dia a dia.

O principal diferencial do Pilates como exercício é que ele usa o próprio corpo como fonte de tensão. Em vez de levantar pesos, a prática envolve principalmente o uso de posições e movimentos bem específicos para trabalhar certos músculos.

Por esse motivo, é uma prática acessível para todo tipo de pessoa, independentemente de sua idade ou condição física. O próprio praticante estabelece seus limites e como lidar com eles. Algo fácil de incluir no ambiente corporativo.

Reabilitação Osteomuscular

Diversas dores osteomusculares (associadas aos músculos e aos ossos) são resultado de longos períodos de tempo com postura ruim. Esses maus hábitos causam pequenos danos a curto prazo, os quais se acumulam. E uma vez consolidados, tornam-se bem mais difíceis de reverter.

A Reabilitação Osteomuscular é uma forma de prevenir futuros danos e facilitar sua recuperação. Para isso, é feito um tratamento customizado para cada paciente ou grupo, de forma a atender suas necessidades específicas.

Como o nome diz, ela consiste em avaliar possíveis danos aos ossos e músculos que causam essas dores recorrentes. A partir do tratamento, é possível promover mudanças de postura no dia a dia, além de recuperar a extensão de movimentos.

Dentro das empresas, o procedimento pode ser modificado para lidar melhor com certas exigências do setor. Por exemplo, mais auxílio à musculatura dos pés e pernas, caso a equipe tenha que caminhar bastante durante o dia a dia de trabalho.

Yoga

Outro tratamento que tem ganhado popularidade é a Yoga. Essa é uma prática para trabalhar o equilíbrio do corpo e da mente, combinando movimentos lentos, respiração profunda e meditação.

Além de auxiliar no fortalecimento do corpo, ela também ajuda a lidar com o estresse e a ansiedade. Dois fatores de risco comuns para diversas dores no corpo.

Fisioterapia

O avanço da medicina levou ao desenvolvimento de vários tipos de terapias para as mais diversas condições. A Fisioterapia é uma das mais conhecidas, focada em recuperar a movimentação do corpo.

Esses métodos também são bastante aplicados dentro das empresas para lidar com lesões e problemas de saúde comuns em diversas funções. Assim como outras formas de reabilitação, ela também pode ser adaptada para se adequar melhor ao indivíduo ou à demanda da equipe.

Academia Corporativa

Em muitos ambientes de trabalho modernos, principalmente nos escritórios, é comum passar várias horas sentado, com pouco movimento ao longo do dia. Algo que pode prejudicar bastante sua postura e causar dor nas costas.

Pensando nisso, muitas empresas adotam a Academia Corporativa, um espaço para incentivar a prática de exercícios entre os colaboradores. Pode ser algo simples, com alguns equipamentos disponibilizados para exercícios livres, ou incluir também atividades acompanhadas por um profissional.

Esse investimento ajuda tanto na prevenção de problemas de saúde quanto no seu tratamento. Desenvolver a musculatura das costas e do torso, principalmente, é o que mais contribui com a prevenção das dores nas costas.

Como melhorar a postura?

A história da ergonomia no trabalho já comprova que, para prevenir dores no dia a dia, o ideal é manter uma postura adequada. Da mesma forma, má postura para dormir ou caminhar pode resultar em dores intensas.

Para manter a postura correta, é preciso promover algumas mudanças de hábitos, especialmente ao andar, trabalhar e dormir. Além, é claro das adequações ambientais, promovendo a melhor ergonomia no dia a dia.

Dicas para manter a postura correta

Para fins de evitar que a postura seja mais um elemento provocando dor nas costas, considere algumas dessas dicas, mostradas a seguir:

  • se atente à própria postura e tente identificar aquelas que causam mais dor posteriormente;
  • avalie os aspectos ergonômicos da cadeira que você costuma utilizar no trabalho;
  • evite ficar sentado por mais de uma hora, sempre se levantando para se alongar ou dar alguns passos;
  • mesmo sentado, movimente os pés, os braços e as mãos algumas vezes;
  • sempre que se levantar, estique os braços abraçando o próprio corpo, o que promove um excelente alongamento na musculatura das costas.

Como você pode ver, a dor nas costas tem um grande leque de causas e tende a gerar afastamentos e absenteísmo na empresa. Além disso, suas origens tanto podem ser comportamentais (posturas ou jeito de caminhar, por exemplo), quanto resultantes de distúrbios na saúde. Leve em conta as recomendações de iniciativas e dicas para prevenir ou reduzir sua incidência e conscientize os trabalhadores sobre o tema.

Quer promover o bem-estar dos seus colaboradores? Então conte com as soluções e tratamentos da BeeCorp para sua empresa. Entre em contato e veja como podemos te auxiliar.

BLOG DA BEECORP
Você também pode se interessar
Saúde
Lombalgia: entenda por que é a principal causa de afastamento do trabalho

Lombalgia: entenda por que é a principal causa de afastamento do trabalho Por: Luíza Terra

Se você nunca teve lombalgia, certamente conhece alguém que já sofreu por causa dela. Segundo estudo da OMS (Organização Mundial da Saúde), nada menos que 80 a cada 100...
Ergonomia
Postura Correta

10 dicas para manter a postura correta para sentar no trabalho Por: Ana Flávia Oliveira

Para dar conta da grande demanda que a maioria dos profissionais tem, é comum chegar ao trabalho, sentar-se de qualquer jeito e mergulhar no serviço. Mas você já parou...
Saúde
Quiropraxia: o que é e quais seus benefícios para a saúde?

Quiropraxia: o que é e quais seus benefícios para a saúde? Por: Douglas Araújo

Você sabe o que é Quiropraxia e para que serve? Trata-se de uma técnica de medicina alternativa que corrige incômodos musculares, assim como aqueles do sistema esquelético. Entenda também:...
SOLUÇÕES EM DESTAQUE
Qualidade de vida, Saúde e Ergonomia
Preparado para transformar pessoas e negócios?
O investimento em saúde, segurança e qualidade de vida impacta diretamente nos resultados da sua organização.
Fale com nossos especialistas
x

Solicite uma proposta







    Assine nossa newsletter

      Autor
      Douglas Araújo

      Educador Físico, Enfermeiro e Terapeuta Complementar

      Fale com consultor!

      Fale com um consultor

        Cadastrar currículo