Entenda como o fisioterapeuta pode atuar nas empresas!

Entenda como o fisioterapeuta pode atuar nas empresas!
O que é fisioterapia?
O que faz um fisioterapeuta?
Quais áreas o fisioterapeuta pode seguir?
Qual é a sua importância?
Qual seu impacto na saúde dos colaboradores?
Categoria: Saúde

As empresas que adotam programas de saúde sabem o quanto os serviços fisioterápicos são essenciais para a manutenção da saúde e do bem-estar dos seus colaboradores e como isso reflete na produtividade. Para tanto, a atuação de um bom fisioterapeuta é fundamental.

Por isso, neste artigo, explicamos o conceito de fisioterapia e o que faz um fisioterapeuta. Além disso, você entenderá em quais áreas esse profissional pode atuar, sua importância para o ambiente de trabalho e qual o impacto na saúde dos colaboradores. Boa leitura!

O que é fisioterapia?

A fisioterapia é uma ciência da área da saúde que realiza estudos, previne e trata pessoas com distúrbios cinéticos, funcionais e intercorrentes em órgãos e sistemas do corpo humano. Tais disfunções podem ser provocadas por alterações genéticas, traumas ou doenças adquiridas

Suas ações são fundamentadas em diversos mecanismos terapêuticos próprios e sistematizados por meio de estudos de:

  • biofísica;
  • biologia;
  • biomecânica;
  • bioquímica;
  • ciências morfológicas e fisiológicas;
  • cinesia;
  • disciplinas comportamentais e sociais;
  • patologia;
  • sinergia funcional.

Os principais objetivos da fisioterapia são preservar, manter, desenvolver ou restaurar, reabilitando a integridade de órgãos, funções e sistemas. Para isso, o profissional da área adquire esses conhecimentos em um curso de graduação, com duração de quatro a cinco anos.

O que faz um fisioterapeuta?

O fisioterapeuta atua na avaliação, no tratamento e na prevenção de doenças e lesões provocadas por má-formação, fraturas ou vícios de postura. Seus principais aliados são técnicas de massagens e exercícios que restauram a capacidade física e locomotora dos pacientes.

A partir do diagnóstico, esse profissional gerencia e aplica o tratamento adequado usando meios físicos, como bolas, piscina terapêutica, laser, máquinas, correntes elétricas e exercícios.

A rotina do fisioterapeuta varia de acordo com a especialidade em que atua. Em geral, podemos citar:

  • aplicação de técnicas fisioterapêuticas visando a melhorar a circulação sanguínea ou movimentos de pessoas com traumas musculares, luxações ou fraturas;
  • tratamento de deformidades na coluna ou de problemas posturais, com a aplicação de exercícios de alongamento e fortalecimento;
  • desenvolvimento de exercícios fisioterápicos para a recuperação de pacientes de cirurgias, paralisias, traumas ou vítimas de acidentes;
  • aplicação de técnicas fisioterápicas para evitar problemas circulatórios e de postura em gestantes, prevenindo dores nas costas;
  • orientação de exercícios para pessoas com dificuldades respiratórias, como bronquite crônica, asma, enfisema pulmonar ou casos de recuperação de cirurgias;
  • supervisionamento de exercícios para melhorar a coordenação motora e a musculatura em pessoas idosas ou com problemas neurológicos;
  • definição de tratamentos para reabilitação de atletas lesionados e maximização do seu desempenho;
  • atuação em empresas, com o objetivo de melhorar a saúde e o bem-estar no ambiente de trabalho;
  • cuidados com a acessibilidade e a inclusão de pessoas com mobilidade reduzida, ajudando a reduzir os impactos da limitação física.

Quais áreas o fisioterapeuta pode seguir?

O Conselho Federal de Fisioterapia e Terapia Ocupacional (COFFITO) estabelece as especializações e áreas de atuação do fisioterapeuta. Confira!

Fisioterapia Esportiva

Os fisioterapeutas dessa área desempenham um papel essencial em centros esportivos e de treinamentos. Isso porque os esportes envolvem grandes negociações, e ter um esportista machucado, sem condições de exercer sua função, provoca prejuízo à equipe.

Fisioterapia em Acupuntura

Nessa área, o profissional aplica técnicas de acupuntura e outras da medicina tradicional chinesa. Elas são utilizadas para tratar problemas musculoesqueléticos, dores e até depressão.

Fisioterapia do Trabalho

As funções do fisioterapeuta no trabalho são ajudar a manter a saúde do trabalhador e prevenir ou tratar Lesões por Esforços Repetitivos (LER) ou qualquer outra disfunção gerada pela sua atividade profissional.

Fisioterapia Neurofuncional

O fisioterapeuta pode auxiliar pessoas com limitações físicas ou neuromotoras provocadas por doenças degenerativas ou neurológicas, com o objetivo de devolver o máximo possível de sua autonomia.

Fisioterapia Aquática

Essa área envolve o uso da água em diferentes contextos para recuperação respiratória, fortalecimento muscular e alívio de dores, entre outras disfunções.

Fisioterapia Cardiovascular

O fisioterapeuta atua com intervenções para prevenir os fatores de risco cardiovascular e proporcionar melhores condições mentais e físicas a pacientes que apresentam doença cardiovascular crônica. Além disso, age na recuperação de pacientes que sofreram AVC (Acidente Vascular Cerebral).

Fisioterapia Respiratória

Age na recuperação de pessoas que apresentam doenças respiratórias que podem provocar disfunções no diafragma, assim como no metabolismo muscular e na oxigenação sanguínea.

Fisioterapia Dermatofuncional

Essa área é voltada, principalmente, para as condições estéticas. Aqui, o profissional ajuda em tratamentos para reduzir gordura localizada, estrias, cicatrizes, flacidez da pele, entre outros incômodos.

Fisioterapia em Gerontologia

O fisioterapeuta também pode atuar nos cuidados a pessoas idosas, visando à promoção da qualidade de vida, do bem-estar e da mobilidade.

Fisioterapia em Oncologia

Esse tipo de fisioterapia atende a pacientes com câncer ou que apresentam sequelas da doença. O profissional ajuda, inclusive, no pré-operatório, preparando o paciente para o procedimento e evitando complicações.

Fisioterapia Traumato-ortopédica

Aqui, o especialista acompanha e trata disfunções originadas por doenças, traumatismos ou lesões ortopédicas.

Fisioterapia em Saúde da Mulher

O profissional de fisioterapia promove a saúde da mulher, auxiliando em diferentes aspectos por meio da ginástica íntima, que ajuda em aspectos como:

  • redução de sintomas da menopausa;
  • tratamento de incontinência urinária
  • controle de cólicas menstruais;
  • preparo do corpo para o parto.

Fisioterapia em Osteopatia

Nessa especialidade, são aplicadas técnicas de manipulação musculoesquelética para o tratamento de doenças, sintomas e alívio de dores. Exemplo disso é o trabalho para recuperar a postura adequada.

Fisioterapia em Quiropraxia

A palavra “quiropraxia” significa prática com as mãos. Trata-se de uma técnica aplicada para tirar ou diminuir as dores com as mãos, sem a utilização de medicamentos ou agulhas. Dessa forma, o profissional atua na prevenção de doenças ou de seu agravamento e na reabilitação do paciente.

Alguns dos problemas que essa técnica pode tratar são:

  • cervicalgias;
  • lombalgias;
  • hérnias de disco e cervicais;
  • ciatalgias (dor ciática);
  • compressões do nervo espinhal.

Fisioterapia em Terapia Intensiva

Aqui, o fisioterapeuta age em um trabalho de equipe multidisciplinar para ajudar na recuperação de pacientes que apresentam complicações clínicas e necessitam de acompanhamento contínuo.

Outras áreas

Além das especialidades comentadas anteriormente, o profissional de fisioterapia pode atuar com:

  • Fisioterapia Angiológica;
  • Fisioterapia Hematológica;
  • Fisioterapia Domiciliar;
  • Fisioterapia da Família e da Comunidade;
  • Fisioterapia Endocrinológica;
  • Fisioterapia do Sono;
  • Fisioterapia Legal;
  • Fisioterapia Pericial.

Em qualquer uma dessas áreas, o fisioterapeuta pode prestar serviços como autônomo, em seu próprio consultório, bem como em instituições. É o caso de hospitais, clínicas, asilos, centros de reabilitação, empresas, escolas, postos de saúde, entre outras.

Qual é a sua importância?

A fisioterapia é essencial para a manutenção da saúde e a qualidade de vida das pessoas. Afinal, promove, mantém, desenvolve e reabilita a integridade e o funcionamento dos órgãos e dos sistemas do organismo humano. Veja, a seguir, alguns dos seus principais benefícios:

  • melhora na postura;
  • tratamento e prevenção de doenças crônicas;
  • melhor desempenho em exercícios físicos;
  • tratamento das doenças respiratórias;
  • controle da insônia;
  • reabilitação neuromotora.

Qual seu impacto na saúde dos colaboradores?

As técnicas aplicadas pelos fisioterapeutas têm um impacto direto na saúde das pessoas, com ações preventivas e corretivas, conforme comentamos a seguir.

Ações preventivas

O fisioterapeuta atua incentivando a incorporação de hábitos saudáveis de vida, especialmente quanto à postura adotada para trabalhar. Dessa forma, desenvolve uma nova cultura organizacional que engloba a consciência corporal e postural, gerando um bem-estar físico e emocional nos colaboradores.

Nesse sentido, a fisioterapia ajuda a melhorar a produtividade das empresas e a reduzir custos. Isso porque o trabalho preventivo que ela proporciona diminui a necessidade de acionar o plano de saúde.

Ações corretivas

Além da prevenção, o profissional pode oferecer serviços aos colaboradores que apresentam alguma patologia osteomuscular de origem diversa, incluindo doenças ocupacionais.

Como você pôde verificar, o fisioterapeuta desempenha um papel essencial na qualidade vida dos colaboradores. Desse modo, a adoção de medidas preventivas e corretivas, com programas de fisioterapia no ambiente de trabalho, pode ser uma boa solução para aumentar a produtividade e reduzir custos.

Gostou deste artigo e quer saber mais? Siga nosso perfil no Instagram e acompanhe nossas publicações sobre saúde e bem-estar no trabalho!

BLOG DA BEECORP
Você também pode se interessar
Saúde
Pressão baixa: entenda como agir, sintomas e causas

Pressão baixa: entenda como agir, sintomas e causas Por: Christine Ornelas

Quando a pressão arterial se encontra abaixo dos valores considerados normais, ou seja, 9 por 6, estamos diante do que é clinicamente conhecido como pressão baixa ou hipotensão arterial,...
Saúde
Saúde coletiva: o que é, como promovê-la e atuações profissionais

Saúde coletiva: o que é, como promovê-la e atuações profissionais Por: Anderson Rodrigues

A promoção da saúde coletiva é resultado de um pensamento sistêmico relacionado à saúde da população no geral. A partir disso, um estudo abrangente investiga as doenças mais comuns...
Saúde
CID 10: o que é, como consultar, códigos e classificações

CID 10: o que é, como consultar, códigos e classificações Por: Anderson Rodrigues

A CID 10 é uma lista de códigos que classifica doenças e condições médicas em categorias. O objetivo é padronizar a nomenclatura das patologias para facilitar a identificação delas...
Saúde
Lombalgia (dor lombar): causa, sintomas, diagnóstico e tratamento

Lombalgia (dor lombar): causa, sintomas, diagnóstico e tratamento Por: Alice Araujo

Se você nunca teve lombalgia, certamente conhece alguém que já sofreu por causa dela. Segundo estudo da OMS (Organização Mundial da Saúde), nada menos que 80 a cada 100...
Saúde
Febre: o que é, causas, sintomas e mais!

Febre: o que é, causas, sintomas e mais! Por: Anderson Rodrigues

A febre é uma alteração comum associada a várias doenças. Infecções, estresse, viroses, entre outros problemas de saúde, como dor de cabeça intensa, podem ocasionar o aumento da temperatura...
Saúde
Ansiedade: quais são os sintomas e como controlar

Ansiedade: quais são os sintomas e como controlar Por: Paola Sobral

Essa sensação natural é um estado de angústia caracterizado pela sensação de medo, insegurança e incerteza. A ansiedade desencadeia diversos sintomas, como excesso de preocupação, pensamento acelerado, insônia, fobias,...
Saúde
Checkup: o que é feito, quais são os exames e frequência indicada

Checkup: o que é feito, quais são os exames e frequência indicada Por: Anderson Rodrigues

Muitas pessoas ainda costumam procurar o médico apenas quando estão doentes. No entanto, o ideal é que todos façam um checkup periódico para monitorar sua saúde, a fim de...
Saúde
Psicologia: áreas de atuação e o que faz um psicólogo

Psicologia: áreas de atuação e o que faz um psicólogo Por: Paola Sobral

A Psicologia se refere ao estudo do comportamento humano e sua relação com o meio. Ela se ramifica em diversas áreas específicas, como Psicologia Ocupacional, Comportamental, do Esporte, Clínica,...
Saúde
ASO: esclareça as principais dúvidas sobre o Atestado de Saúde Ocupacional!

ASO: esclareça as principais dúvidas sobre o Atestado de Saúde Ocupacional! Por: Anderson Rodrigues

O Atestado de Saúde Ocupacional (ASO) é um documento que comprova quando o trabalhador tem a condição de saúde adequada para executar certas funções. É uma exigência para todos...
SOLUÇÕES EM DESTAQUE
Qualidade de vida, Saúde e Ergonomia
Preparado para transformar pessoas e negócios?
O investimento em saúde, segurança e qualidade de vida impacta diretamente nos resultados da sua organização.
Fale com nossos especialistas
x

Solicite uma proposta







    Assine nossa newsletter

      Autor
      Felipe Lacerda

      Fundador e CEO BeeCorp | Escalou a BeeCorp para todo o Brasil, contabilizando mais de 900 clientes e 1 milhão de colaboradores beneficiados.

      Deixe um comentário

      O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

      Fale com consultor!

      Fale com um consultor

        Cadastrar currículo