Qual o impacto da postura no bem-estar? Entenda!

Qual o impacto da postura no bem-estar? Entenda!
1
2
3
4
5
Categoria: Qualidade de Vida

A postura corporal está diretamente ligada ao nosso bem-estar. Mas isso não significa apenas não sentir dores e desconfortos. A forma como posicionamos o nosso corpo influencia também a nossa mente, humor, disposição e no organismo todo. Dessa forma, as posturas adotadas, principalmente, no ambiente de trabalho, podem impactar de maneira positiva ou negativa em nossa produtividade. Mais que isso, em nossa saúde geral.

Neste artigo, vamos mostrar o conceito de postura correta e sua importância para a saúde. Na sequência você entenderá melhor os impactos que ela exerce no bem-estar e quais são as melhores posturas para diferentes situações do cotidiano. Boa leitura!

Confira também nosso conteúdo com 10 dicas para manter a postura correta para sentar no trabalho.

O que é a postura correta?

A postura correta pode ser definida como aquela em que o corpo adquire uma determinada posição para a realização de uma atividade, e consegue ser mantida com o mínimo de esforço muscular. Para isso, todos os ossos, músculos e articulações devem estar alinhados.

Essa é uma condição básica para uma postura ser considerada adequada, já que é dessa forma que o nosso corpo consegue distribuir as cargas de maneira equilibrada, conservando energia. Isso porque quando adotamos uma má postura, sobrecarregamos o nosso corpo, levando a dores, alterações na coluna e cansaço físico e mental.

Qual é a importância da postura correta?

A postura correta é essencial para manter a coluna vertebral alinhada, assim como os músculos e ossos em perfeitas condições de funcionamento, sem sobrecargas desnecessárias.

Aqui, é importante observar que a má postura é a principal responsável por desencadear desvios na coluna vertebral, principal eixo de sustentação do corpo humano.

Essas alterações são perigosas, pois, com o passar do tempo, podem provocar desgastes nas articulações e pinçamentos dos nervos que saem da coluna e permitem os movimentos. A seguir, conheça os principais desvios que podem ser provocados pela má postura:

  • hiperlordose — aumento anormal da curvatura da parte inferior da coluna, deixando os glúteos mais destacados e a barriga mais saliente;
  • hipercifose — aumento anormal da concavidade torácica, que projeta os ombros para frente e deixa a pessoa com uma “corcunda”;
  • escoliose — curvatura lateral da coluna que provoca assimetrias no tronco, fazendo com que um ombro fique mais elevado que outro.

Esses problemas posturais podem ser tratados e, muitas vezes, corrigidos. Os tratamentos dependem da gravidade de cada caso e do tipo de desvio apresentado. Em alguns casos, o colete postural pode ser usado, a fim de evitar o agravamento do problema.

Um dos tratamentos indicados é o RPG (Reeducação Postural Global), exercícios específicos de fisioterapia, que além de evitar a progressão do problema, corrigem a postura e aliviam dores provocadas por alterações na coluna. Para os casos mais graves, pode ser necessária a cirurgia.

Qual seu impacto no bem-estar?

A postura correta impacta diretamente no bem-estar físico e mental, proporcionando um bom nível de disposição e energia que precisamos para desempenhar atividades que envolvem diversos movimentos, como caminhar, ficar em pé, sentar-se, abaixar e levantar o corpo.

Mas não é só isso, a postura corporal também impacta no funcionamento dos órgãos internos. Isso porque os vícios posturais e doenças que provocam posturas inadequadas, quando não tratados, levam a:

  • processos degenerativos das articulações;
  • erosões ósseas;
  • desenvolvimento de osteófitos (bicos de papagaio);
  • dor crônica.

A postura correta mantém o bom funcionamento do sistema renal, respiratório e gastrointestinal, que podem ser prejudicados pela má postura. Exemplo disso, é o sistema respiratório, que devido ao mau posicionamento do tronco pode reduzir muito a capacidade de expansão pulmonar, dificultando a mobilização do ar para a parte interna e externa dos pulmões.

Outro exemplo é o sistema gastrointestinal que depende da postura corporal correta para realizar adequadamente os movimentos da peristalse (propulsão e mistura). A postura inadequada reduz o espaço necessário para o bom funcionamento, podendo gerar refluxos, esofagites, hérnias, gastrite e constipação intestinal.

Qual é a postura correta?

Nem sempre é fácil manter uma postura correta. Isso envolve treinamento e educação do corpo para adotar um posicionamento adequado para ficar de pé, andar, sentar-se e deitar em posições, de modo que a musculatura consiga suportar a carga e diminuir a tensão sobre os discos da coluna, articulações e tendões.

A seguir, veja as posturas corretas para alguns tipos de atividade.

Para trabalhar na posição sentada

Sente-se mantendo as costas retas e os ombros para trás. Os glúteos devem tocar a parte posterior (traseira) da cadeira. As três curvas da coluna (cervical, torácica e lombar) devem estar normais e sem tensão.

Os quadris e joelhos devem ficar flexionados em um ângulo reto (90 graus). Se necessário, utilize um descanso para os pés. É importante que eles fiquem bem apoiados — as pernas não devem ficar cruzadas.

Ajuste a altura da cadeira e da estação de trabalho (computador) deixando-a na altura dos olhos. Os braços devem ficar apoiados na cadeira e os cotovelos em um ângulo reto (90 graus). Ao levantar-se, evite dobrar o corpo para a frente.

Evite ficar na mesma posição por mais de 30 minutos. Levante-se e faça uma pausa, mesmo que seja por poucos minutos.

Para dirigir

A altura e a distância do corpo em relação ao volante são importantes aspectos para uma direção segura e confortável. Os cotovelos nunca devem ficar totalmente estendidos.

Os joelhos devem ficar no mesmo nível ou um pouco mais alto do que os quadris. Para isso, mova o banco para perto do volante para apoiar a curvatura de suas costas. O assento deve estar perto de modo a permitir que seus joelhos possam dobrar e os seus pés alcançarem os pedais.

Para levantar objetos

Antes mesmo de levantar um objeto, certifique-se de ter condições de sustentá-lo e estar com os pés estáveis e firmes no chão. Para pegar um objeto que se encontra abaixo do nível da sua cintura é importante manter as costas retas e dobrar os joelhos. Jamais flexione a coluna para a frente e para baixo com os joelhos retos.

Ao levantar o objeto contraia os músculos do abdome e impulsione com as pernas. Estique os joelhos em um movimento constante. Segure o objeto perto do corpo com os braços flexionados. Para depositar o objeto no chão, apoie bem os pés no chão, contraia os músculos do abdome e flexione os quadris e joelhos, mantendo a coluna reta.

Para dormir

Dormir de lado usando dois travesseiros é a melhor postura para evitar problemas na coluna e articulações. Para isso, use um travesseiro baixo para apoiar a cabeça e um menor entre as pernas para alinhar o quadril e evitar rodar a coluna. Dessa forma, ela mantém a curvatura natural e totalmente apoiada.

Como a empresa pode contribuir para os colaboradores adotarem uma postura correta?

Conforme comentamos, a má postura pode levar a desvios na coluna vertebral e levar a diversos problemas de saúde. Isso pode gerar acionamentos de planos de saúde que podem ser evitados e um alto índice de absenteísmo, além de contribuir para a procrastinação das atividades por parte dos colaboradores.

Para evitar esses problemas, a empresa pode adotar ações voltadas à Análise Ergonômica do Trabalho (AET), cuja aplicação permite o estudo das ferramentas e locais de trabalho, com o objetivo de fazer um levantamento completo para gerenciar e prevenir riscos laborais.

Além disso, também é indicada a implementação de programas voltados à qualidade de vida do colaborador, incluindo ergonomia, fisioterapia e ginástica laboral.

Como você pôde ver, a postura impacta diretamente na qualidade de vida das pessoas, especialmente no ambiente de trabalho, que exige muitas horas na posição sentada. Nesse sentido, é importante sempre verificar até que ponto a má postura pode estar interferindo na produtividade da empresa e no bem-estar dos colaboradores, para aplicar ações corretivas e de prevenção.

Essas informações foram úteis? Para saber mais e acompanhar publicações como essa, você pode seguir as nossas redes sociais. Estamos no FacebookLinkedInYouTube e Twitter!

BLOG DA BEECORP
Você também pode se interessar
Qualidade de Vida
Narcisismo: entenda tudo sobre o Transtorno de Personalidade Narcisista

Narcisismo: entenda tudo sobre o Transtorno de Personalidade Narcisista Por: Paola Sobral

O narcisismo é um transtorno de personalidade que leva o indivíduo a ter um comportamento arrogante, insensível e manipulador. O narcisista acredita ser especial e superior, com direitos especiais....
Qualidade de Vida
Auriculoterapia: você sabe o que é e para que serve?

Auriculoterapia: você sabe o que é e para que serve? Por: Luíza Terra

A partir de Auriculoterapia é possível tratar diversos problemas que afetam a saúde do ser humano, a partir de um mapa de pontos no pavilhão auricular. Nesse sentido, a...
Qualidade de Vida
LGBTQIAPN+: o que significa cada letra e o contexto por trás da sigla

LGBTQIAPN+: o que significa cada letra e o contexto por trás da sigla Por: Felipe Alvares

A sigla LGBTQIAPN+ representa diferentes identidades de gênero e orientações sexuais. Por ser mais abrangente, ela acolhe uma quantidade maior de pessoas. Também substitui as siglas GLS e LGB,...
Qualidade de Vida
Resiliência: entenda o conceito e como ser mais resiliente

Resiliência: entenda o conceito e como ser mais resiliente Por: Paola Sobral

O significado de resiliência vem da física, que significa a capacidade de um material voltar ao seu estado original após sofrer alguma deformação. No campo da Psicologia, se refere...
Qualidade de Vida
Fonoaudiologia: entenda tudo sobre essa profissão

Fonoaudiologia: entenda tudo sobre essa profissão Por: Anderson Rodrigues

O fonoaudiólogo é o profissional da área de saúde graduado em fonoaudiologia. Ele auxilia pessoas de todas as idades no desenvolvimento ou no restabelecimento de funções e habilidades relacionadas...
Qualidade de Vida
Assexualidade, pansexualidade e outras orientações sexuais

Assexualidade, pansexualidade e outras orientações sexuais Por: Felipe Alvares

Há quem diga que cada pessoa tem sua opção sexual. Porém, esse não é o termo correto. Afinal, sexualidade não é uma escolha, é algo inerente ao ser. Por...
Qualidade de Vida
Serotonina: como esse hormônio impacta o seu bem-estar

Serotonina: como esse hormônio impacta o seu bem-estar Por: Anderson Rodrigues

Vários aspectos da sua qualidade de vida são resultado dos seus hormônios. Isso inclui desde o seu humor até sua disposição e produtividade. Um dos principais hormônios para seu...
Qualidade de Vida
Yoga: o que você precisa saber para iniciar na prática

Yoga: o que você precisa saber para iniciar na prática Por: Felipe Alvares

A Yoga é uma prática que utiliza diversas técnicas com o objetivo de trabalhar o equilíbrio entre corpo, mente e espírito. Apesar de ser mais conhecida pelas posturas, a...
Qualidade de Vida
Sonhos: como eles podem favorecer sua saúde mental

Sonhos: como eles podem favorecer sua saúde mental Por: Felipe Alvares

Se você procurar no diário de Oxford, sonho é conceituado como conjunto de imagens, de pensamentos ou de fantasias que se apresentam à mente durante o sono. A qualidade...
SOLUÇÕES EM DESTAQUE
Qualidade de vida, Saúde e Ergonomia
Preparado para transformar pessoas e negócios?
O investimento em saúde, segurança e qualidade de vida impacta diretamente nos resultados da sua organização.
Fale com nossos especialistas
x

Solicite uma proposta







    Assine nossa newsletter

      Autor
      Carina Martins

      Head de Marketing e Inside Sales BeeCorp | Jornalista e Especialista em Comunicação Corporativa

      Deixe um comentário

      O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

      Fale com consultor!

      Fale com um consultor

        Cadastrar currículo